17.11.05

Conhecimento e poder

Numa sociedade como a nossa, empenhada na disseminação do sucesso material, continua a fazer todo o sentido a proibição do conhecimento. Essa proibição não é uma ilusão, nem tão-pouco um delírio persecutório. As novas formas de proibição do conhecimento não se exercem pela privação descaradamente coerciva das fontes de conhecimento, mas exercem-se através da dissimulação desse mesmo conhecimento. Como se dissimula o conhecimento? Fazendo passar por conhecimento aquilo que na realidade não é, ou seja, criando a ilusão de que o slogan propagandístico e publicitário, o lugar-comum retórico, a frase feita de pacotilha é conhecimento, quando, na realidade, não passa de opinião ao serviço de interesses mais ou menos velados. É por isso que já não se proíbem livros, mesmo que eles se ocupem do lado mais perverso da natureza humana ou mesmo da natureza sebácea do poder. Já não existem livros espiritualmente perigosos, porque só uma elite pouco ameaçadora e cada vez mais comprometida com o poder se ocupa hoje das coisas do espírito. No entanto, o conhecimento permanece uma ameaça ao poder. Daí que os arquitectos do poder actual sejam muito mais subtis na manipulação das fontes de conhecimento, misturando-as frequentemente com aquilo a que chamamos fontes de informação. A informação que nos chega, por intermédio dessas fontes, é sempre uma informação seleccionada, manipulada, restrita. O que me leva a crer que por detrás de uma revelação, mesmo a mais aparentemente factual, há sempre um real arquivado. Pretender a verdade é, nos dias que correm, pretender uma ilusão que nos console. Nós, os que nos debruçamos sobre essas ilusões consoladoras, seremos sempre, com maior ou menor empenho, meros espectadores com tiques ilusionistas. No fundo, o exercício da cidadania não é mais do que outra forma de ler ficção.

2 Comments:

At 11:30 da tarde, Blogger Juliana said...

muito bom o texto..
vamos abrir os olhos !!

 
At 12:02 da manhã, Blogger JOSIMAR said...

Simplesmente incrivel como até hole vivemos uma forma de se proibir o acesso a informação e cultura ao povo este texto diz perfeitamente como a humanidade vive se humilhando a séculos.
Josimar A. Heleno

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home