3.5.07

OS NOMES DA IMPORTANTICIDADE

No outro dia pus-me a pensar se em cada frase que escrevesse eu citasse um amigo ou, como por aí se pratica a rodos, chamasse a atenção para o facto de ser amigo de tal, relação de fulano, privado de beltrano, próximo de sicrano. Isto de trazer amigos na lapela como crachás tem muito que se lhe diga, mas no meu caso a coisa seria extraordinariamente patusca. Já viram o que era eu pôr-me para aí a espalhar que sou amigo do Seringa, do Mula, do Picha-feia, do Tijolo, do Pistão, do Rói, etc. A este propósito, ler post de excelência do JPT, in Ma-Schama. Ele schamba-lhe Exotic-dropping, mas cá para mim é mas é pobreza/fraqueza de espírito (ou, de mão dada com, necessidade de estatuto).

11 Comments:

At 4:43 da tarde, Anonymous Anónimo said...

ó pá!!! também és amigo do Picha-Feia?? À que tempos que não o vejo, da próxima vez que o vires diz-lhe que eu lhe mando cumprimentos e que dê notícias

 
At 4:50 da tarde, Anonymous hmbf said...

Será o mesmo?

 
At 5:21 da tarde, Anonymous manuel a. domingos said...

concordo contigo e acho ridículo que tal se faça em demasia, por dá cá aquela palha. no entanto, citar um ou outro amigo como forma de divulgar o seu trabalho não vejo mal nenhum. agora citar por citar só para passar a ideia que sou muito importante ou que tenho amigos importantes acho pedante.

 
At 6:08 da tarde, Anonymous hmbf said...

ó manuel, não se trata de citar amigos. trata-se de exibir os seus nomes.

 
At 6:32 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É, mas pior do que isso é exibir-se a si mesmo como sendo a pessoa mais importante do mundo, aliás, um exibicionismo está ligado ao outro. Há muito disso na bloga e lá fora: julgadores, inquisidores... Não me refiro ao jpt, só acho o post dele de facto hermético, como ele admite.
FAG

 
At 7:00 da tarde, Anonymous hmbf said...

FAG, nesse caso, refere-se a quem?

 
At 7:55 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Refiro-me, por exemplo ao tom geral do Pacheco Pereira e de outros professores. Refiro-me, por exemplo, àqueles que, sendo jornalistas, dizem que só eles podem falar de jornalismo, ou os físicos de física, ou os políticos de política. Quanto ao jpt apenas generaliza demais e, no post em causa, também particulariza, mas de uma forma tão impenetrável (hermética, como ele diz) que eu concluo que isso é lá «para eles». Nem sequer é uma crítica, mas não é o meu estilo; eu, quando critico, gosto de pôr os nomes.
Fag

 
At 7:59 da tarde, Anonymous hmbf said...

Ok. Acho que estou de acordo consigo. Mas, mesmo hermético, é um bom post.

 
At 8:47 da tarde, Blogger JPT said...

obrigado pelas palavras e pela ligacao. Fag tem razão, não só é hermético como é "lá para eles". também não é muito o meu estilo (Acho) mas é coisa tão pessoal/profissional (exo-blogs) que nem me apeteceu espalhar-me. obrigado também pela atenção

 
At 11:22 da manhã, Anonymous hmbf said...

De nada.

 
At 11:01 da tarde, Blogger Luisa said...

cá p'ra mim só me ocorreu uma expressão: novos-ricos... ainda pensei em acrescentar "do intelectu"... mas deu-me uma volta ao estomago.
Saúde ;-)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home