8.6.07

PROGRAMA

O número 9 da revista Nada abre com um excelente ensaio de Daniel Innerarity, intitulado Pensar a ordem e a desordem: uma poética da excepção. Para já deixo um excerto, ficando prometido para depois o post do costume:

As pessoas e as instituições dividem-se entre aquelas que não podem suportar a ordem e as que não podem suportar a desordem. Mas o comportamento inteligente move-se sempre nestes extremos, até mesmo para além de tal alternativa. Muitas experiências não se podem explicar através dessa dicotomia simplificadora. Não se trata nem de ignorar a distinção entre a ordem e a desordem nem de fundi-la, mas sim de tratá-la como uma distinção que é preciso aprender a orquestrar. O decisivo é pensar e agir para além de uma simples alternativa entre a ordem e a desordem, que nos obriga a escolher entre a rigidez e a anarquia, como se entre ambos os pólos não houvesse espaço para a anarquia regulada ou para a articulação de elementos autónomos.

Ora aqui está um belo programa poético, no sentido em que um programa poético resulta, ou deverá resultar, de um programa de vida.

3 Comments:

At 12:54 da manhã, Anonymous Eduardo Barrento said...

O excerto dá vontade de ler o resto, mas ir a Lisboa ou a Coímbra para comprar uma revista fica carote... (não se pode comprar via net?)

 
At 11:32 da manhã, Anonymous hmbf said...

Acho que pode. É só ir ao sítio da Nada, o link está feito, e encomendar. Vale mesmo a pena, Eduardo. Tem os contactos no sítio da Nada, onde diz informações.

 
At 7:43 da tarde, Anonymous João Urbano said...

Caro Eduardo
Caso queira adquirir a NADA pode contactar-nos para o e-mail: mail@nada.com.pt
já agora deixo-lhe o nosso site:
www.nada.com.pt

E um eterno agradecimento ao único bloguer que se tem aventurado a tecer considerações críticas em relação à NADA.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home