14.4.08

INÉDITOS DE JORGE AGUIAR OLIVEIRA #32

OS RINOPIT BULL



Uma bússola sem ponteiros
uma lanterna sem pilhas
são olhares famélicos vagueando
pelas carruagens do comboio.

Uma canção escorrendo no vidro
da janela é um sedativo pró vazio
entre a Damaia e a Reboleira.

Trazem o desemprego ao pescoço
uns, enquanto outros,
o medo dele
lhes sair na rifa, escondem
nos bolsos, uns poucos cêntimos
da sobra do mísero ordenado pago
e roubado em descontos
pelos oficiais anestesistas – porque
hoje quem dá e tira, está-se cagando
pró inferno – regressando ao fim
de mais um dia às celas pagas
a prestações, suando um ar
aparentemente domesticado.

O feto da raiva vem crescendo
nos subterrâneos do medo
do mirrar cedo, e a revolta
a nascer vai ser assexuada.

Chegados às arrecadações
onde o pouco ou nada lhes pertence
caminham patéticos de um lado
para o outro,
embalando a infelicidade
de um lado para o outro

ao redor, os vapores do caldo pobre
em contraluz à diarreia no ecrã
a confiscar-lhes

o pensamento.
Sem piedade

e de dentuça arreganhada
os da manda, não deram conta
que criaram e desenvolvem
uma nova raça, cruzada de Pit Bull
e Desemprego mais Fome e
Rinoceronte-branco. Aos poucos
irão rasgando pelas noites sem rua
cegos de inanição e de dente afiado
destruindo tudo o que cheire
a sinónimo de sobrevivência.

Aos poucos, os poucos serão
muitos em rota de colisão
com os da confiscação das latas
das camas, dos tecidos modestos,
dos gestos bonitos. Nada
lhes sobrará. Nem a humilhação
que hão-de assassinar
com ácida vergonha.

É inverno, é manhã, é triste,
quando rompe dos fundos
e travessa a carruagem, man
tem calma, estilo intermitente,
grossos gestos sonhos mortais
brilhantes nas orelhas com mp3
calça de ganga golpeada,
pontapeia a porta em andamento
olhos no chão até a menina
electrónica enunciar
Queluz, próxima paragem.

Coloca os óculos frente
ao desinteresse por tudo
o que lhe circunda, pontapeia
de novo a porta que se abre,
saltando para a gare como
um Rinopit Bull solto para a luta
dentro duma urna de voto.

Jorge Aguiar Oliveira

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home