27.9.05

O Herberto Helder tem duas
pernas e dois braços, dois olhos,
tem nariz e boca e come, vive
numa casa, espreita pelas janelas,
por vezes sai à rua, sozinho ou
acompanhado, a falar, apanha
chuva, liga a televisão, sabe onde
fica a França, lembra-se quando
era pequenino, inclusive
teve mãe e pai. É
impressionante o quanto um poeta
se pode assemelhar
às pessoas! A última vez que
falei com ele mandou-me um abraço.

Image hosted by Photobucket.com

valter hugo mãe nasceu em 1971 na cidade angolana Henrique de Carvalho. Passou a infância em Paços de Ferreira e vive em Vila do Conde. Licenciou-se em Direito e é pós-graduado em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea. Publicou nove livros de poesia, entre os quais três minutos antes de a maré encher, a cobrição das filhas, útero e o resto da minha alegria. Recebeu o Prémio de Poesia Almeida Garrett da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto com o livro egon schiele auto-retrato de dupla encarnação. Foi, com Jorge Reis-Sá, responsável pelas Quasi Edições e director da Revista Apeadeiro. (a partir de nota biográfica inclusa em o nosso reino, Temas e Debates, primeiro romance de valter hugo mãe)

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home