7.1.06

ficou da infância a febre
de correr parado
pelas estradas

podes chamar-lhe versos
são viagens

ficou na infância a fisga
de arremessar ao vento

podes chamar-lhe versos
são pedradas

Jaime Salazar Sampaio

Jaime Salazar Sampaio nasceu em 1925, nas chamadas Avenidas Novas da cidade de Lisboa. Escreveu e publicou, sobretudo nos anos cinquenta, alguns textos breves, na fronteira entre a poesia e a prosa de ficção. Engenheiro silvicultor de formação, o seu primeiro livro, intitulado Em rodagem, foi publicado em 1949. Seguiram-se, entre outros, os Poemas propostos (1954) ou O silêncio de um homem (1960). Trabalhando essencialmente na área do teatro, Jaime Salazar Sampaio foi também tradutor e colaborador da revista Contraponto. Até 1988 navegou entre as suas obrigações profissionais e a escrita. A partir dessa data tornou-se dramaturgo a tempo inteiro. Para saber mais sobre o autor pode consultar o excelente sítio que lhe é dedicado.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home