10.4.06

PROVINCIANISMO (2)

Um gajo falar de coisas excitantes como poesia, pintura ou música e haver quem olhe entediado sem perceber que estas são maneiras sofisticadas e divertidas de falar de sexo.

Rui Costa

7 Comments:

At 2:24 da tarde, Blogger etanol said...

Costa: é muito melhor fazer música, arte, poesia, sexo do que falar sobre música, arte, poesia. Ouvir música, ler/ouvir poesia, ver arte é muito melhor do que ver sexo ou ouvir falar de sexo, isso é uma seca. Já agora, arte e sexo de qualidade são momentos raros e elevados na existencia e isso não tem nada que ver com provincianismo.
Maria João

 
At 2:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

etanol: todo o fazer está inserido num discurso, incluindo o sexo. uma gaja que lê kafka não fode da mesma maneira. Os gorilas têm cópulas de 10 segundos- porquê? Porque não têm lobos pré-frontais, logo há menos capacidade de abstrair, de efabular, de encher o sexo das envolvências tolas e sublimes.A sofisticação do fazer não se distingue da utilização instrumental dos signos-da linguagem.Provinciano é não perceber que o sexo é uma treta (neste ui, profundíssimo sentido)e que é por isso que a gente o curte, olé!
Rui Costa

 
At 9:21 da tarde, Anonymous hmbf said...

Já tive cópulas de 10 segundos. Serei goriliciano?

 
At 11:17 da manhã, Blogger etanol said...

Costa: essa do discurso deve ser porque fostes muitas vezes para a cama com a constituição. Henrique:goriliciano, o que é isso?

 
At 12:51 da tarde, Anonymous hmbf said...

Etanol: goriliciano, diz-se do gorila que é provinciano.

 
At 9:08 da tarde, Anonymous Anónimo said...

etanol: mas asseguro-te que nunca violei a São, a Constituição. quer dizer,
henrique:não sei a resposta mas se pensares muito (nela) durante a próxima (...) vais ver que aguentas mais de 10 segundos. Inté,
Rui Costa

 
At 11:41 da manhã, Blogger etanol said...

Estes rapazes São mesmo engraçados.
Beijinhos
Maria João

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home