7.4.06

Fumar mata, mas engorda

Recordo-me de em 97, quando foi aprovado o regime jurídico da instalação e do funcionamento dos estabelecimentos de restauração, se ter afirmado que muitos restaurantes teriam de fechar porque lhes era impossível realizar uma série de obras então exigidas. Entre elas, lembro-me de algumas que obrigavam a remodelações profundas das casas de banho, das cozinhas e das zonas de armazenagem. Se bem me recordo, uma dessas exigências obrigava à existência, num qualquer estabelecimento de restauração, de três casas de banho: para homens, mulheres e funcionários (essas classe sem género específico). Muitos proprietários queixaram-se que lhes seria impossível cumprir com tais obrigações, para o que, se bem sei, foram disponibilizados projectos de financiamento. Agora que o Governo se prepara para apertar o cerco aos fumadores em restaurantes, bares e discotecas, a malta da restauração vem já com o argumento de que «mais de 90% dos restaurantes e bares do País vão ter de fechar» «porque não têm mais de 100 metros, o que os impede de criar áreas para fumadores». Só espero que isto não volte a dar em projectos de financiamento de obras-fantasma. É que passados todos estes anos sobre o tal decreto que estabelecia o regime jurídico da restauração, o que eu vejo é qualquer pastelariazeca de bairro transformada, à hora de almoço e de jantar, num restaurante barato. As condições são mínimas e muitas vezes caricatas. Casas de banho exíguas, espaços inóspitos para deficientes motores, condições de higiene e segurança muito aquém do desejável. Era bom que se definissem as coisas: um restaurante serve refeições, uma pastelaria serve bolinhos e chá, um café serve bifanas e imperial. Meter tudo no mesmo saco só serve ao chico-esperto. Portanto, que se definam agora de uma vez por todas: se não têm espaço para fumadores, impeçam que se fume. Ponto final. Não venham cá novamente com o choradinho da falta de condições.

3 Comments:

At 3:02 da tarde, Blogger azia said...

café-pastelaria-snackbar-restaurante.

 
At 12:47 da manhã, Blogger marado said...

Curiosamente, cada vez mais fico à espera de acordar. Este país que não passa da retórica, tudo anda em torno do que se devia fazer e nunca chega a ser feito, resultando num faz-de-conta inusitável em que nada sai do papel.
Um bem haja!

 
At 10:01 da tarde, Blogger Rui Pedro said...

Ao menos nas pastelarias poderiam pôr umas vidraças entre a cozinha e a sala, para evitar transformar a pastelaria numa enorme cozinha, impestada com os cheiros a fritos e grelhados.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home