3.7.06

Sim

Não vou reentrar na polémica sobre a despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG). Quero apenas constatar que a mesma começa a reaparecer, ainda a passo curto, mas já com os mesmos vícios retóricos de sempre. Se ainda vamos na fotografia do bebezinho sorridente, esperem pela do feto esquartejado. Ela não tardará aí. É como os abutres, paira lá no alto, pacientemente, aguardando a altura certa para descer à terra. Se houver referendo, lá estarei a botar a cruz pelo sim.

2 Comments:

At 12:36 da manhã, Blogger etanol said...

Também lá estarei, no sim. Sou sobertudo contra o aborto clandestino, e a favor da despenalização deste. O que não significa que esteja contra a vida (como estupidamente defende a direita) ou a favor da prática do aborto sem existir uma regulamentação. O aborto é sempre uma medida drástica, acho que se deveria investir mais na educação sexual e planeamento familiar de modo a evitar situações limites e dolorosas.

 
At 2:46 da tarde, Anonymous hmbf said...

sugestão de leitura: http://o-amigodopovo.blogspot.com/2006/07/tentativa-de-argumentar-contra.html

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home