22.1.07

IDEIAS

Honra, Brio, Dignidade:
Onde estais? Quem vos preza?
Não posso viver pobre: - A frialdade
Que me dá toda a pobreza!

Lembram-me bichos, carochas, centopeias,
Musgos, paredes húmidas, bolores,
Ao pensar na pobreza! Ideias.
E causam-me suores.

Afonso Duarte
Afonso Duarte nasceu na Ereira, concelho de Montemor-o-Velho, em 1884. Formou-se em Filosofia, ingressando no professorado de ensino secundário. Pertenceu à geração da Águia, mas acompanhou praticamente todos os movimentos literários da primeira metade do século XX em Portugal, desde o Saudosismo com a Renascença Portuguesa, passando pela Seara Nova, Presença e Novo Cancioneiro. Foi fundador e director da revista Rajada. Em 1912 publicou Cancioneiro das Pedras, ao qual se seguiram muitas outras obras. Morreu em 1958.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home