14.2.07

POEMA

Como o meu próprio ruído, o de
ninguém,

escutando,
parte-se.


Tradução de Manuel de Seabra.

Aram Saroyan

Aram Saroyan nasceu a 25 de Setembro de 1943. Poeta, romancista, dramaturgo e ensaísta, frequentou várias universidades mas nunca chegou a concluir qualquer um dos cursos que frequentou. Foi nos anos loucos da década de 1960 que, após algumas experiências com drogas, começou a escrever poesia. Publicou, em 1963, In, Sled Hill Voices, Poems. Considerado poeta minimalista, é autor de uma obra diversificada onde se notam ecos da Geração Beat e da poesia concreta.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home