21.4.08

INÉDITOS DE JORGE AGUIAR OLIVEIRA #35

PIZZA PARAÍSO



A dos trabalhos do campo tem um buço.
Ordenha, poda, coze pão, dá ajudas
a quem precisa, tudo dá, menos o corpo
que diz ser do senhor pai todo poderoso.
O bom amante do marido entregava-se
de corpo e alma aos diabos nas sombras
do pinhal engatando antes duma cartada
numa tarde domingueira de província.

Quando ela acedia a emprestar-lhe o corpo
ele abria um espumante e celebrava.
Duas ou três vezes por ano em Valência,
as gentes ouviam a rolha saltando.
A filha, farta de dias duros e de nada ter,
deixou de pregar colchetes nas blusas
das clientes, passando a frequentar as noites
de discoteca para encontrar quatro rodas,
apartamento na city e idas ao estrangeiro.
Em tudo esbarrou o seu sonho vulgar,
menos na qualquer coisa que sentia faltar.

Veio novo filho, novo carro, viagens
exóticas, mais amigos – sim? – bimbos
de canudo, bochechas e lábios de silicone
e finalmente a solidão mostrou-se nua
um dia ao lado duma azeitona,
salpicada de orégãos num paraíso
com pedaços de ananás
entregue à porta por um rapaz
todo giro todo piça da telepizza.


Jorge Aguiar Oliveira

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home