4.3.09

DIA 63

O problema está em pretender interpretar. Não é o risco de quem escreve, é o risco de quem vive, de quem age. Às vezes nem é preciso falar, exprimir o que quer que seja. Basta estar, basta ser. Haverá sempre alguém a querer interpretar. E o problema reside todo nessa estúpida pretensão. Preferível seria que, em vez de pretendermos interpretar, nos limitássemos a usufruir. Ou, melhor ainda, a construir, a fazer, a renovar, a dar vida. A interpretação apenas dá morte.

3 Comments:

At 12:19 da tarde, Blogger manuel a. domingos said...

assino por baixo

abraço

 
At 5:22 da tarde, Blogger Maykson said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 11:59 da manhã, Blogger hmbf said...

Eu não, manuel.

Quem é que removeu o quê? E porquê?

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home