5.12.05

OS PORTUGUESES À CONQUISTA DE NICE

De distantes reinos houve quem viesse
e com o rei de Nice houve quem os visse.
Pratas e rubis, dizem, houve quem lhe desse.
À rainha, sim, também houve quem lhe desse
e até, se dizem bem, quem depressa se viesse
em noites veladas; santas noites de chupe-la-pisse.

Daniel Maia-Pinto Rodrigues (Porto, 1960)

Daniel Maia-Pinto Rodrigues nasceu no Porto a 7 de Julho de 1960. Poeta pop, performer, ortopedista da Palavra, membro afectivo da "Caixa Geral de Despojos", "uma das vozes mais originais e importantes da poesia dos anos 80", na opinião de João Gesta, tem grande parte do seu percurso poético reunido na obra O Afastamento Está Ali Sentado (Quasi, 2002). Segundo informação numa das badanas dessa obra, Daniel Maia-Pinto Rodrigues ter-se-á estreado em livro com Vento (1983). Representado em diversas colectâneas poéticas, publicou vasta colaboração em revistas e jornais. Traduziu, com a colaboração de Laureano Silveira e José Braga Amaral, o poeta finlandês Timo Sinnemaa. O seu mais recente livro de poemas, Malva 62, foi prefaciado por Manuel António Pina, do qual são as palavras que se seguem: «esta poesia é, na sua sabida e febril ingenuidade, uma experiência dos limites da própria poesia».

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home