31.1.06

Releituras recentes - “Os fantasmas inquilinos”, Daniel Jonas

Ironia potente. Paródia, auto-paródia, capacidade de linguagem invulgar. Parece-me que acha que a linguagem é mais real do que o mundo, no que concordará com herberto helder. É torrencial mas não procura a concentração temática nem uma espécie de sagrado. A haver objectivo, é o da destruição, o tiro aos padres do lirismo serôdio e benfazejo. Mas “peca”, neste livro, por dar um ar de mau que é muito mau e mesmo muito mau- acabando talvez por ficar demasiado refém do próprio papel de que se investe. Em livro anterior há outro(s) registo(s) e isto mostra, com grande interesse, capacidade de mudar e experimentar, condição essencial de um escritor “a sério” [e só é (a) sério o escritor que brinca] – e neste caso a destruição há-de servir para aumentar a linguagem, quer dizer, o mundo.

Rui Costa

7 Comments:

At 7:46 da tarde, Anonymous Anónimo said...

"e neste caso a "destruição" há-de servir..."(queria eu dizer).
mas afinal as palavras "linguagem" e "destruição" são quase sinónimas...
Rui Costa

 
At 7:50 da tarde, Blogger hmbf said...

queres que mude?

 
At 7:51 da tarde, Anonymous Anónimo said...

pois sim, venha lá a destruição!
Rui Costa

 
At 8:06 da tarde, Blogger hmbf said...

já está

 
At 5:02 da tarde, Anonymous J. Gregório said...

Conheci Daniel Jonas por acaso, confundi-o com um cozinheiro (especializado em misturas de ervas aromáticas), engano que o próprio esclareceu nas Correntes D'escritas, na Póvoa do Varzim, este mês. Grande poeta, grande alma. Gostaria de ouvir mais Daniel a falar de Daniel. Se por acaso sabe onde posso "ouvir" Daniel, agradeço.

 
At 3:54 da tarde, Anonymous Ana said...

ola,
eu sou uma aluna no colégio Internato dos carvalhos e eu e duas colegas estamos a fazer um trabalho sobre Daniel Jonas, mas não conseguimos encontrar quase nada sobre a sua vida, data de nascimento, numero de telefone e necessitava de ajuda.
Gostavamos muito de poder marcar uma entrevista consigo, por favor contacte-me: rute_kool_girl@hotmail.com,
obrigada.

 
At 9:12 da tarde, Blogger AnaMartaFortuna said...

Também eu gostaria de ouvir daniel a falar de Daniel. Sexta feira fui ver "nenhures" no TECA e fiquei impressionada com o texto e com a capacidade de argumentação daquele jovem. Pela amostra que vi na net de alguns dos poemas (amanhã já vou comprar um original) parece-me que este grande rapaz, é um grande poeta e a sua simpatia confere-lhe um aspecto ainda mais humano.

Agradou-me. Mas fica aqui também o testemunho de que Rui Costa não lhe fica nada atrás, com a vantagem de ambos estarem a morar na minha cidade :)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home