25.3.06

Bloco de apontamentos # 6

A noite é fria neste tempo não criado, lentamente. O tempo apenas se inventa no som, porque o frio é um dado que não te lembraste. O som frio do piano preto e branco no norte do planeta. O tempo afasta-se como o mar ao longe. Um tempo distante como as ondas do mar que vimos. Ao longe. Temo esse tempo porque o meu não é assim. Tu querias avançar. Lá estava o mar que não era o meu. O lá outra vês.

MJLF, As Cidades Invisíveis, 1997.
Maria João

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home