29.7.06

Bloco de apontamentos # 40

Sem Título
MJLF, S/título, técnica mista s/papel, 15x10cm, 2005
Desde que fui promovida a contralto de segunda, deixei de ouvir os barítonos por detrás de mim. Sempre gostei de barítonos, dão boas massagens nas costas, sobretudo quando estudaram algum instrumento harmónico desde pequenos; mas agora compreendo como lhes é difícil estar na linha, os portugueses médios são quase todos tenores abaritonados ou barítonos atenorados; cantar com um verdadeiro som grave nas costas tornou-se uma referência de afinação que eu desconhecia antes da actual promoção, agora sinto-me inserida num todo com muito mais rigor, que é o mais importante na interpretação da música de câmara. Além disso, um bom baixo é sempre apreciador das coisas boas da vida, os barítonos são apenas gulosos.

Maria João

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home