1.9.06

MAKE FUCK NOT LOVE
Rui Costa

7 Comments:

At 4:35 da tarde, Blogger etanol said...

Isso é comida sem tempero.
Maria João

 
At 4:49 da tarde, Anonymous Anónimo said...

etanol:Pelos vistos existe quem aprecie a "dieta":)
PB

 
At 4:54 da tarde, Blogger etanol said...

Isso é coisa de machinhos que só pensam na sua própria pila. Mas também existem gostos para tudo.
Maria João

 
At 5:26 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Hoje em dia, acho que existem Homens e Mulheres a comer mal.Não é apanágio do "macho".Eu digo: Com tanta inércia na procura da "boa mesa", perdem-se experiências gastronómicas pelo caminho...:)
PB

 
At 5:58 da tarde, Blogger etanol said...

Quando já se disfrutou de pratos requintados dificilmente se passa a gostar de fast food, tornamo-nos exigentes. O amor é uma elevação da existencia, um das poucas formas de liberdade que os humanos conhecem, a criação talvez seja a outra. O amor expressa-se de formas diversas, uma delas é o amor paixão, onde o sexo serve o amor. Existe também a amizade, que é o amor sem sexo, para mim também é importante e por vezes até prefiro a amizade ao sexo sem amor. Sexo sem amor é uma coisa imediata e superficial, há quem goste. Eu acho que o amor dá um colorido diferente ao sexo, o aprofunda, estimula. Vivemos numa sociedade onde se dá demasiada importancia ao sexo, fala-se demasiado sobre sexo, estamos rodeados de estimulos e apelos ao sexo, mas sobre o afecto não se fala, não convem, as emoções, os sentimentos são colocados em segundo plano. São assuntos tabu sobre os quais não convem parar para reflectir, talvez porque quando se abordam esses aspectos se entra em esferas pantanosas e se começa a fazer uma verdadeira critica de valores. Mas isto é a opinião de uma rapariga romântica e meio alucinada.
Maria João

 
At 7:13 da tarde, Anonymous Anónimo said...

a pica é o maior órgão do afecto.
Rui Costa

 
At 8:31 da tarde, Blogger etanol said...

Ó Costa, nem sempre é assim, infelizmente. Fuck with love.
Maria João

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home