13.10.06

Sangue, suor e risos

Para que fique bem claro, adoro quando os portugueses saem à rua. Só duas vezes participei em manifestações, mas acho-as quase todas magníficas. A de ontem, grandiosa, reuniu trabalhadores dos sectores privado e público. Motivos: redução das pensões, congelamento das progressões, aumentos abaixo da inflação, redução de vencimentos e dispensa de funcionários, etc. Ou seja, o Governo foi ao bolso dos portugueses e os portugueses, muito legitimamente, saíram para a rua enfurecidos. Excelente! Gosto de gente enfurecida. Só tenho pena que a fúria nunca venha para a rua contra os sucessivos “elefantes brancos” do Estado. Não falemos do passado. Basta ir aqui e confirmar a quantidade de deputados completamente inúteis que todos nós sustentamos. É para isto que poupamos? Basta ir aqui e confirmar a quantidade de ministros, secretários e sub-secretários de Estado completamente inúteis que todos nós sustentamos. É para isto que apertamos o cinto? Basta ir aqui e confirmar a quantidade de embaixadas completamente inúteis que todos nós sustentamos. É para isto a contenção? Basta ir aqui e confirmar a quantidade de operações, exercícios, contingentes e o catano completamente inúteis que todos nós sustentamos. É para isto o nosso esforço?

1 Comments:

At 10:52 da tarde, Anonymous c. said...

teu post establishment, de julho, se não me engano, é de uma assombrosa lucidez.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home