3.1.07

Artigo 3º

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi elaborada pelas Nações Unidas em 1948. Um dos seus princípios é este: «Todo o indivíduo tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.» A Declaração Universal afirma também que ninguém será submetido à tortura, ninguém pode ser arbitrariamente preso, todos têm o direito a um julgamento imparcial. São princípios sempre discutíveis, mas espera-se que quem os subscreve se obrigue a cumpri-los. Que pensará disto o novo secretário-geral da ONU, ao não condenar o enforcamento de Saddam Hussein? Afirmar que a pena de morte é «um assunto interno dos Estados-membros», entre os quais se encontram o Afeganistão, a Arábia Saudita, a China, Cuba, os Estados Unidos da América, o Irão, a Somália, a República Democrática Popular da Coreia, a Serra Leoa, entre outros, é o mesmo que «sacudir a água do capote». Enfim, entrámos em 2007 com um gesto medieval. Parece que vamos no bom caminho.

2 Comments:

At 5:15 da tarde, Blogger Insignificante said...

"Indeed !" :S :P

 
At 3:53 da tarde, Anonymous Anónimo said...

concordo plenamente o direito à vida é universal e nao apenas para algumas pessoas, ou alguns paises... todos temos esse direito, e ng pode julgar ng!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home