19.3.09

DIA 78

Era para ser só no próximo dia 23 de Julho, quando comemorasse seis anos de blogaria. Mas hoje é o dia 78 do ano de 2009, e é dia do pai. Logo, é um belo dia. Está sol e já não faz tanto vento como ontem. Pelo menos é o que me parece. Este é o meu penúltimo post no Insónia. O último será de agradecimento, talvez ainda hoje, não sei. Os colaboradores e os ex-colaboradores foram avisados há dias da minha decisão. Algumas pessoas amigas também. Como houve quem quisesse guardar para memória futura fogachos do que por aqui se foi passando, resolvi perpetuar a agonia até ao próximo dia 23 de Julho. O tal dia. A verdade é que não consigo. Fico-me por aqui. Os colaboradores, se assim o entenderem, poderão postar o que quiserem. Seja como for, no próximo dia 23 de Julho apagarei tudo. Para já, apago-me a mim próprio. Saúde,

66 Comments:

At 10:22 da manhã, Blogger sara rocio said...

Todas as manhãs estive por aqui. Pé ante pé. Quase silenciosa, espectral. Por vezes voltava à noite, não por insónia mas pela vontade de ouvir por dentro.
Obrigada por tudo!
Até breve!
Beijinhos e abracinhos amigos,
Sara

 
At 10:26 da manhã, Blogger Graça Pires said...

Tenho pena que acabe o "Insónia". Gosto de ler o que por aqui vai escrevendo... Obrigada.
Um abraço.

 
At 10:28 da manhã, Anonymous Pedro said...

fica bem, vai dizendo coisas

 
At 10:37 da manhã, Blogger azeite said...

tenho telhados de vidro nesta matéria, por isso não me atrevo a impor, seja de que forma for, a minha vontade à vontade do autor. resta-me o recurso à liberdade de expressão para dizer, aqui e agora, que acho mal. tout court.

espero que isso passe. e que passes bem.

 
At 10:39 da manhã, Blogger Francisco Curate said...

Nem sei o que diga... Muita tristeza. MAs obrigado por tudo!
Abraço e até breve.

 
At 10:48 da manhã, Blogger José Eduardo Lopes said...

Tudo o que é bom acaba. Tenho pena, a blogália vai ficar mais pobre. Até sempre!

Um abraço

 
At 12:40 da tarde, Blogger espião da plebe said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 12:43 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Os meus botões, que nunca enfiam os barretes que casam perfeitamente no meu toutiço, fazem-me cavalgar uma frase batida a que descubro méritos novos, a bem dizer qualidades polissémicas. Vamos indo. Vamos (carp)indo, Henrique. Há tanto tempo.

Simplício Maria

 
At 12:46 da tarde, Anonymous rui alberto said...

Saúde, gostei de te ler ao longo destes tempos.

 
At 1:15 da tarde, Blogger fallorca said...

Até SEMPRE

 
At 1:24 da tarde, Blogger ana salomé said...

enquanto houver estrada para andar... ainda há tanta estrada, henrique.

please.

 
At 1:46 da tarde, Blogger R. said...

Saúde!

 
At 2:13 da tarde, Blogger Eugénia de Vasconcellos said...

Porque vai embora?

 
At 3:20 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caro Henrique, obrigado pela obrigatória companhia neste anos.... é mesmo necessário o apagamento??? Um grande abraço, Rui Cóias

 
At 3:29 da tarde, Blogger rui tavares said...

e esse café, primo, quando é que o bebemos?

 
At 3:35 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Táctica clássica de qualquer vaidoso de pés de barro e cabeça oca: "vou-me embora, digam que sentem a minha falta"

 
At 3:50 da tarde, Blogger LB said...

Abraço Henrique!
E obrigado por tudo :]

 
At 4:39 da tarde, Anonymous j.rocha said...

Um abraço Henrique,e como costumas dizer, saúde!
quim

 
At 4:43 da tarde, Blogger blimunda said...

olha, repito o que disse aquando da morte do universos desfeitos: não vás, mas se fores, volta depressa, querido amigo, fazes falta à minha insónia.

 
At 4:47 da tarde, Blogger Inês Ramos said...

Por tudo: Obrigada!

 
At 5:10 da tarde, Blogger Eugénia de Vasconcellos said...

Se voltar, e se o fizer numa nova morada, tenha, por favor, o trabalho de avisar que voltou.

 
At 6:05 da tarde, Blogger Paulo para todas as obras said...

agora q tinha descoberto isto e lhe andava a tomar o gosto!

temos pena! mesmo.


ps. off topic. off de tudo mesmo, sábado há lá concerto no in-a-bar. vai ser good old r'n'r! aparece!

 
At 6:15 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Este espaço vai (-me) fazer falta.
Obrigada por todos os momentos que o insónia (me) proporcionou.

Aurora Silva

 
At 7:17 da tarde, Blogger Hugo Milhanas Machado said...

Saúde!

 
At 7:43 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Anónimo por o ter metido em questão do meu interesse, não consigo deixar de lhe transmitir alguma tristeza pelo fim desta página. Dava muito gosto lê-lo. Mas julgo que isso ainda será possível... venham os outros suportes! Saúde.

 
At 9:29 da tarde, Anonymous Anónimo said...

isso do tempo e da saúde tudo bem.
se está a precisar de ir embora. vá. de vez em quando temos de ser egoístas.
mas, por favor, não o apague.
pense, se possível, nos que chegaram tarde - ok, tivessem vindo mais cedo -
mas não vieram.

deixe-o, assim, aberto. pronto a pegar...
como os livros de mesinha de cabeceira.
e aqueles outros que são de abrir numa página ao calhas...

ora durma lá sobre o assunto.
outra vez.
e depois diga.nos qualquer coisa.
pode ser?

 
At 11:19 da tarde, Blogger Ana Cláudia Vicente said...

Fogo, ó Henrique.


Muito obrigada pelo que nos foste dando a ler nestes anos.

 
At 12:09 da manhã, Anonymous Anónimo said...

é(-me) uma perda, é certo, mas para que o seja, é em primeiro lugar um ganho, um ganho que nos acaba por constituir. só poderei agradecer tudo o que me foi dado a partilhar por este "insónia", durante alguns anos já, e eu sem dar por isso!, adiante: obrigado; boa sorte para novos e/ou continuados projectos.

 
At 12:23 da manhã, Blogger jcb said...

Imagino que vamos voltar a encontrar-nos por aí -- é assim o mundo. Passava por aqui tantas vezes -- estas coisas ficam.

 
At 12:28 da manhã, Blogger João Carlos Silva said...

Até breve, Henrique.

Espero que te arrependas e voltes, e sobretudo, por favor, que não enveredes por uma carreira no rap, tal qual o Joaquin Phoenix :)

Um abraço,

João

 
At 12:52 da manhã, Blogger angela said...

vou ter saudades
destas insónias

 
At 12:53 da manhã, Anonymous nanda said...

Como dizia alguém: "Há mais vida para além" ... dos posts.

Quando lhe apetecer de novo partilhar voltará ... até um dia!

 
At 1:37 da manhã, Anonymous marta said...

um beijo Henrique.

 
At 3:19 da manhã, Blogger André Benjamim said...

(*não gosto de despedidas*) vemo-nos por aí, fique lá o aí onde ficar; saúde e muitas noites de sol! abraço.

 
At 7:24 da manhã, Anonymous jpt said...

obrigado pelos blogs. felicidades.

 
At 12:27 da tarde, Blogger Luis Eme said...

a vida é isso...

mas não vale a pena apagares o "insónia", Henrique, deixa-o conquistar a imortalidade...

 
At 3:01 da tarde, Blogger sem-se-ver said...

tenho pena.

não entendo por que o vai apagar.

embora o gesto de o criar, o manter e o terminar seja seu.

o de apagar também.

mas, se no seu post ficam claras as razões por que o criou, o manteve e o terminou, as do 'apgamento', não.

pelo que espero que desista de tão peregrina intenção.

é o meu pedido para si.

e que fique bem, e seja feliz.

 
At 3:12 da tarde, Blogger GAF said...

só sabemos que acaba um blog importante, concorde-se ou discorde-se do que lá se tem escrito.
E para mim foi surpresa.
Mas desde que a actividade da escrita continue...

 
At 11:15 da tarde, Anonymous A. Sebastião said...

Obrigado e um forte abraço Henrique.

 
At 12:46 da manhã, Blogger Digo Perigo said...

Não é tristeza nenhuma, alguma coisa tem que morrer para que possa nascer outra, por isso aguardamos... grande abraço companheiro e obrigado...

 
At 4:42 da manhã, Blogger menina limão said...

Henrique, Henrique, daqui a uns tempos falamos. Digo eu. Digo eu que quem fez da fartura uma norma, por muito que caia farto, nunca cai de vez - não se livra do vício. O bichinho da partilha temo-lo sempre. Afinal, antes do blogue já tinhas o e-mail - entretanto dá-lhe uso, pois claro. O pessoal junkie agradece a pontuação (com mais ou menos gramática).

beijinhos*

 
At 4:44 da manhã, Blogger menina limão said...

Olha, sabes que mais? Acabei de reparar neste acaso de enorme ironia - vim cá porque estou com uma insónia. A tua não esperava que acabasse - já a minha...

 
At 12:42 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Aguardo notícias de um novo projecto.Obrigada por partilhares este:)
Até breve.
PB

 
At 3:44 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Compreendo a decisão, isto da bloguice pode tornar-se demasiado absorvente e a sensação de inutilidade tão inevitável como o cansaço. Mas também acredito que voltarás mais tarde ou mais cedo. Por agora, só nos resta agradecer todo o empenho que, generosamente, puseste neste projecto. Merecias uma medalha de mérito cultural, homem, de preferência anexada a uma choruda bolsa de investigação. Mas como essas coisas estão por natureza reservadas aos lambe-botas, tens que te contentar com o nosso obrigado. Um abraço,
JMS

 
At 8:17 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Abraço,

Artur

 
At 3:16 da manhã, Blogger Logros said...

Henrique, ainda a noite é uma criança...
Diz-se, que, actualmente, a esperança média de vida, vai lá para os 75! Veja lá o tempo que ainda vai ter para perder/ganhar/acabar/começar/recomeçar... ou as evoluções tecnológicas comunicacionais que aí vêm...
O suporte não interessa muito, seja ecrã, livro, parede, desperdícios. O que interessa é termos necessidade de interpelar o mundo, re-olhá-lo, e sobretudo de nos interpelarmos a nós próprios.

Abraço

I. L.

 
At 2:56 da tarde, Blogger hmbf said...

À hora de almoço, um agradecimento sentido a todos os garimpeiros. Extensível também aos que fizeram questão de referir o grande acontecimento do ano nos seus weblogs: Manuel Margarido, Pedro Correia, João Carlos Silva, Azia, Eduardo Pitta, Changuito, Nuno Dempster, Ana Salomé, N. Paiva, Lourenço Bray, manuel a. domingos, RFF, JPT, MC, Maria N., miss woody & miss allen (se faltar alguém, agradeço que me avisem). Imprimi tudo comovidamente e guardei num dossier para mais tarde recordar na companhia dos netos. Aos que mandaram mails, respondi individualmente. Às questões aqui colocadas, só uma não fica respondida pelo post acima. É a questão do Rui Tavares. Resposta: haja saúde, oportunidades não faltarão. Despeço-me com o relatório dos últimos dias:

De mesinha arrumada com clássicos, novidades e alguns tritões à mistura, tudo a 10% de desconto para celebrar a resistência, cliente leitor de Edgar Morin perguntou-me após pagamento do que lhe aprouve tomar em mãos:
— Quer comprar-me um livro de poesia?
Ora essa, que teria ele na manga? Folhas A4 dobradas ao meio, impressas a cores, encadernadas numa bolsa Esselte. E assim comemorei eu o dia da sagrada, subitamente transformado em cliente enquanto era vendedor.
Atrás do balcão, o freguês enfiou ao livreiro sua versificação concreto-expressionista de indubitável qualidade poética. Ainda lhe fui dizendo: você teve sorte, apanhou o tipo certo. Ao que me respondeu com toda a propriedade:
— Não há sorte sem coincidência.
Ah poeta!

E agora vou dar de pasto às galinhas. Saúde,

 
At 3:01 da tarde, Blogger hmbf said...

Faltou referir o Tiago Moreira Ramalho.

 
At 11:24 da tarde, Blogger apedroribeiro said...

tenho pena. Faz falta. Um abraço.

 
At 11:18 da manhã, Blogger Sissi said...

Querido Henrique
Apenas estás a mudar o lugar onde (des)arrumas os pensamentos e as palavras.

Continuamos contigo, onde estiveres.

 
At 10:57 da manhã, Blogger Ana said...

Lamento que a insónia vá terminar. Nada há pior que passar pela vida adormecido.
Tens sido uma das minhas referências. Obrigada!
Um abraço e ... até breve!

 
At 7:26 da tarde, Blogger sinédoque said...

Ora eu que já não visitava o Insónia há algum tempo, por outras insónias me atacarem os dias, entro agora num sono profundo! Percebo os motivos...há tanto por aí para fazer!

Que a sorte seja o destino, seja lá por onde for!

Aplausos! Gostei muito!

Um abraço

 
At 11:59 da tarde, Blogger Luisa said...

Henrique
e assim vamos fazendo e desfazendo os nossos universos.
Nada peço, por nada adiantar.
Mas vão ficando as memórias... umas em cima das outras.
bem haja... e saúde!

 
At 11:50 da tarde, Anonymous sara monteiro said...

E agora, Henrique, que farás nas tuas noites insones? Sem Cão nem nada?
Abraço

 
At 8:40 da manhã, Blogger hmbf said...

Mais uma vez muito obrigado a todos. Depois do último agradecimento li os posts do Valupi, do David Luz, do Luís Ene, do Hugo Torres e recebi vários e-mails aos quais fui respondendo na medida do possível. Respondendo agora à Sara, um pequeno exemplo do que vou fazer com as minhas insónias pode ser encontrado aqui: http://www.rascunho.net/critica.php?id=1489 . De resto, continuo a arrumar as estantes. O futuro ao futuro pertence. Saúde a todos,

 
At 3:47 da manhã, Blogger RAA said...

Um abraço.

 
At 4:08 da manhã, Blogger n said...

Saúde. Até já...

 
At 2:36 da tarde, Blogger hmbf said...

Obrigado N, obrigado RAA, obrigado Ana (Animais Domésticos). Há novo texto no Rascunho: http://www.rascunho.net/critica.php?id=1495 . Saúde,

 
At 2:36 da manhã, Blogger luís nunes nunes said...

apesar de algumas coisas que me desagradaram ler por aqui, tenho pena: era um blogue que visitava de tempos a tempos e, às vezes, ficava horas por aqui a ler todas as outras coisas deque gostava.

espero que regresse, acho até que é inevitável. oxalá esteja certo. cumprimentos.

 
At 2:13 da manhã, Blogger helena said...

Fui agora completamente apanhada de surpresa. Henrique, quem quer que você seja, aprendi mais consigo do que com muita gente que gravita todos os dias à minha volta. E foi com o Insónia que aprendi a gostar de blogues. E a respeitá-los. E a distigui-los. E agora que penso nisto, penso que poderia dizer-lhe mil coisas. Mas opto por deixar só um infinito Obrigada. Até um dia.

 
At 2:21 da tarde, Blogger rosa said...

cheguei tarde demais.

logo eu que nunca me esqueço de por o despertador.

 
At 12:37 da tarde, Blogger hmbf said...

Obrigado Luis, obrigado Helena (grande foto!), obrigado Rosa. Há texto novo no Rascunho:

http://www.rascunho.net/critica.php?id=1502

 
At 5:30 da tarde, Blogger Leite de Pedra said...

Ainda agora aqui cheguei e já acaba a insónia?!!!! Que tristeza!

 
At 3:43 da manhã, Blogger zazie said...

beijocas e tudo de bom

 
At 12:39 da manhã, Anonymous Anónimo said...

o meu blog preferido

o saudoso coisinho da anaconda emplumada..x)
abraço :)

 
At 1:23 da tarde, Anonymous ce said...

O Celular Espião é um celular tão incrível e polêmico que foi proibido em alguns países da Europa e é novidade no Brasil.

O Celular Espião é um telefone celular comum, especialmente modificado para poder ser monitorado à distância, permitindo assim escutar as conversas telefônicas e ambientais de quem o utiliza.
www.celularespiaobrasil.com

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home