14.6.05

LAST BLUES, TO BE READ SOME DAY

Foi só um flirt
e sabias, claro –
alguém foi ferido
há muito tempo.

Mas nada mudou
o tempo passou –
um dia chegaste
um dia morrerás.

Alguém morreu
há muito tempo –
alguém que queria
mas não sabia.

11 de Abril de 1950

Tradução de Carlos Leite.

Cesare Pavese, o grande poeta da solidão, nasceu em Itália em 1908. Estudou filologia inglesa na Universidade de Turim, após o que se dedicou à tradução de escritores de língua inglesa. A sua obra abarca títulos ficcionais, ensaísticos e poéticos. Deixou, para a posteridade, um dos mais belos diários, publicado postumamente, alguma vez escritos: O Ofício de Viver. Passou um ano na prisão, por motivos que se prendem à sua resistência antifascista. Por essa altura publicou a sua primeira recolha de poemas: Trabalhar Cansa (1936). Trabalhou como conselheiro editorial de Einaudi. Depois de várias crises depressivas, acabou por se suicidar, num hotel de Turim, no dia 27 de Agosto de 1950. Curiosamente, acabara de receber um prémio literário.

1 Comments:

At 6:02 da tarde, Anonymous li said...

LAST BLUES, TO BE READ SOME DAY me impressionou

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home