5.9.05

CALMA

A Luis Buñuel

Onde termina o mar?
Onde começa o céu?
Os barcos vão boiando.
Ou remontam o voo?

Perdeu-se o horizonte,
no jogo mimético
do céu e das águas.

Fundiu-se o movimento,
numa única cor
azul, o azul quieto.

Fundem-se as cores;
Apaga-se o movimento.

Resta uma única cor;
não existe barlavento.

Onde termina o mar?
Onde começa o céu?

Versão de HMBF.
 José María Hinojosa (1904-1936)

José María Hinojosa nasceu em Campillos (Málaga) em 1904. Estudou Direito em Granada e Madrid. Em 1923 foi um dos fundadores da revista Ambos, em Málaga. Nesse mesmo ano mudou-se para Madrid, onde entrou em contacto com os poetas jovens da época que viriam a constituir uma nova geração. Participou nos trabalhos do denominado grupo de 27. Em 1925 viajou até Paris, onde entrou em contacto com os surrealistas franceses. De novo em Málaga, colaborou com Emílio Prados na revista Litoral. Em 1931, em consequência de uma viagem efectuada à Rússia, abandonou a poesia e consagrou-se à política, assumindo posições de extrema-direita. Seria assassinado em Málaga, em 1936, pelas milícias revolucionárias. O seu primiro livro data de 1925 e intitula-se Poema del campo.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home