28.11.05

o teu perfume do avesso
mistura-se com a marca destas pedras
as ruas voam pelas insónias
posamos para ti
lisboa cidade homossexual

as ruas são anjos
no deserto a dança dos actores
lembram o seio da agitação menstrual

quando os homens chegaram
de lanças em punho
despojaste o amor
as canções
juízos e ritos
os teus escritores e heróis
permanecem barcos à vela
navegando no teu sexo
não nos explicas esse desejo
iluminas a noite com suspiros

m. parissy
m. parissy, pseudónimo literário do jornalista Mário Galego, nasceu na Nazaré em 1969. Começou a trabalhar como jornalista nos jornais e nas rádios da terra onde nasceu. Actualmente é repórter da Antena 1. Começou a publicar poesia, em edição de autor, aos 20 anos: corpo indómito, 1989. Da usa biografia literária destacam-se as edições na extinta non nova sed nove. Na Universitária Editora publicou, em 1999, dublin e tu. Seguiram-se títulos como morte com dedos em ferida (Edições Mortas, 2000) e mãos de arquipélago (Black Son Editores, 2003). Representado em algumas antologias e com colaboração diversa em revistas, m. parissy foi um dos organizadores de Canto de Mar – uma antologia de poesia sobre a Nazaré.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home