9.2.06

BUCÓLICA

Agora vamos correr o pomar antigo
Bicos aéreos de patos selvagens
Tetas verdes entre folhas
E uma passarinhada nos vaia
Num tamarinho
Que decola para o anil
Árvores sentadas
Quitandas vivas de laranjas maduras
Vespas

Oswald de Andrade

Oswald de Andrade
nasceu em São Paulo em 11 de Janeiro de 1890. Filho de família rica, estuda na Faculdade de Direito do Largo São Francisco e, em 1912, viaja para à Europa. Em Paris, entra em contacto com o Futurismo e com a boémia estudantil. De volta a São Paulo faz jornalismo literário. Em 1924 publica, pela primeira vez, no jornal Correio da manhã, na edição de 18 de Março de 1924, o Manifesto da Poesia Pau-Brasil. No ano seguinte, após algumas alterações, o Manifesto abria o seu livro de poesias Pau-Brasil. Poeta, romancista e dramaturgo, Oswald de Andrade ficou conhecido pelo espírito irreverente e combativo. Faleceu em 1954. »

1 Comments:

At 10:54 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É um poema bonito, não tão bonito como o seu autor, mas ainda assim digno de figurar no Who's who da beleza poética à brasileira.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home