19.5.06

DE VEZ EM QUANDO

Não voltou a aparecer o homem das tesouras.
De vez em quando, um assobio flauteado
atravessa a casa. Em olhares me alongo
pela rua, até ao fundo da rua, porém do homem
de afiar nem flauta nem sombra. Só a rua.

Um rumor faz-me criança, suavemente

Maria Augusta Silva

Maria Augusta Silva nasceu em Mangualde no ano de 1947. Jornalista do Diário de Notícias durante 27 anos, publicou a sua primeira colectânea de poemas, Dança de Matisse, em 2004. Representada em algumas páginas literárias e antologias poéticas, só aos 57 anos decidiu reunir em livro alguns dos seus poemas. Escritora de livros de reportagem e biografia, foi premiada várias vezes no âmbito da sua actividade jornalística. Autora do livro Poetas Visitados, onde coligiu uma entrevistas a escritores como Albano Martins, Ana Luísa Amaral, António Ramos Rosa, Casimiro de Brito, Cruzeiro Seixas, E. M. de Melo e Castro, Teresa Rita Lopes, entre outros.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home