3.5.06

Quando o bloguista não tem nada de interessante para dizer, faz um post sobre o bloguismo.

14 Comments:

At 8:55 da tarde, Blogger FAG said...

Prossigo: ... e aproveita para decidir quais são os três ou quatro blogs do universo que valem a pena, mesmo não estando de acordo com eles, além do seu blog cagão, é claro.

 
At 8:57 da tarde, Blogger jpt said...

completamente errado. Quando o bloguista sabe que não tem nada para dizer faz um post sobre o bloguismo. é um abismo a aparente pequena diferença.

 
At 12:07 da manhã, Anonymous AMC said...

Concordo com a emenda do JPT!
E acrescento um silogismo que também se pode aplicar a outra estirpe:
A blogosfera está morta, porque já não me ocorrem ideias para escrever no meu blogue.

 
At 4:23 da manhã, Blogger fgs said...

Quando o leitor dum blogue não tem comentários interessantes para fazer, comenta num post sobre o bloguismo. ;)

 
At 7:29 da manhã, Blogger jpt said...

o fgs esteve muito bem. e o amc também.
e para modesto silogismo
quando um bloguista sabe que não tem nada para postar nem comentar comenta num post sobre bloguismo

 
At 10:53 da manhã, Blogger FAG said...

Eu estou de acordo com todos, inclusive comigo, e resumo: quando o bloguista sabe que não tem nada para dizer não se cala.

 
At 10:58 da manhã, Blogger Isis said...

;)
mas não ter nada para se dizer e mesmo assim me fazer rir, é interessante!

 
At 11:23 da manhã, Anonymous hmbf said...

Cum caneco! Um gajo farta-se de escrever, sobretudo sobre tudo e mais alguma coisa, e depois mama com os comentários num post auto-irónico que pretendia apenas ser o que o Fernando (fgs) tão bem percebeu. Fernando, amigo, só tu me compreendes. E agora, particularizando:

fag: além do meu blog cagão, os três ou quatro blogs que valem a pena são http://nefriakai-1.blogspot.com/, http://www.maschamba.weblog.com.pt/, http://amc-porque.blogspot.com/, http://metamorfases.blogsome.com/, http://www.oscaracoisdamarina.blogspot.com/. Adivinha lá por quê? ;-)

jpt: porra, porra. Não está completamente errado. Está só parcialmente errado. É certo que o sol não gira à volta da terra, mas há qualquer coisa que gira. Por exemplo: os caracóis da Marina, a Ísis, são giros. E giram à volta da terra que gira à volta do sol que gira à volta dos caracóis e assim sucessivamente. Somos todos uns giros a girar à volta do que gira. Ora aqui estava um belo post, muito interessante, sobre assuntos bem mais giros do que os do bloguismo. :)

amc: concordo com o facto de concordar com a emenda do JPT. E digo mais, o seu silogismo é concordante que tudo o que aqui está em concordância. (Já estou com a cabeça a girar à volta da minha cabeça!)

fgs: no mouchão!

jpt: quando um bloguista sabe que não tem nada para postar comenta os comentários no que posta sobre o bloguismo?

fag: eu estou incluvi de acordo com tigo quando dizes estar de acordo com todos inclusive contigo (que é bem mais interessante do que estar de acordo com o trigo e este comentário dava um livro do Gonçalo M. Tavares).

Ísis: se te fizemos rir, o mundo acordou solarengo. : Beijos (para ti, não para esses macambúzios que pululam aí por cima).

Caros camaradas,
confessando nuca vos ter chamado macambúzios,
despeço-me desejando saúde a todos,

(abraços, que já não é mau)

 
At 11:25 da manhã, Anonymous hmbf said...

Eh eh eh, tanta gralha!

(Mais se informa que a leitura deste comentário deve ser o mais literal possível.) ;-)

 
At 11:47 da manhã, Blogger jpt said...

este pastor concorda com os comentários anteriores sobre quem comenta em posts sobre bloguismo, quem neles se ri, e quem bloga sobre bloguismo. e também sobre quem gralha em comentários sobre bloguismo. e daqui me vou a pastorear

 
At 12:30 da tarde, Blogger FAG said...

Vou dizer umas banalidades, inclusive que os comentários são como as cerejas (é tempo delas). Farto-me ultimamente de fazer zapping pelos blogues e gosto do que vejo: isto continua livre e cagão (egocêntrico). Só detesto quando algum quer fugir desta característica (falar e não ter medo de errar, ser livre consigo próprio) e se arma em polícia, em funcionário administrador e quer uma institucionalização dos blogues. Sim, porque também os há (blogues) que só lhes falta o livro de estilo, como ao Público ou ao Monde, para serem uma instituição. A esses mando-os à merda e tenho tendência para não os ler, logo para não comentar neles.

 
At 2:40 da tarde, Anonymous hmbf said...

jpt: quero dizer também que concordo com quem confessa concordar com os comentários anteriores sobre quem comenta em posts sobre bloguismo, quem neles se ri, e quem bloga sobre bloguismo. e também sobre quem gralha em comentários sobre bloguismo. mas ao contrário do jpt, temo que por aqui vá continuar a pastorear. abraço,

fag: isso não é nenhuma banalidade, isso é o que urge dizer. vamos lá a isto: eu estou completamente de acordo com essa postura, mas não deixo de pensar que há espaço e legitimidade para a postura oposta. e depois há muita coisa curiosa. por exemplo, o Nuno Rogeiro, que eu saiba, nunca teve um weblog. mas o que ele escreve na Sábado são posts. que quero dizer com isto? que o tipo de escrita praticado nos blogs começou a ter adeptos insuspeitáveis. vejam-se os textos de Daniel Oliveira e João Pereira Coutinho no Expresso, lembremo-nos da crónica da Carla Quevedo na Única, vejam-se Pedro Lomba e João Miguel Tavares no DN, etc… o terem chegado à blogolândia pessoas que no início foram tremendamente críticas e desconfiadas da mesma, o terem-se transformado em livros muitos blogs, o terem-se transformado em “agências de promoção” muitos blogs, tudo isso levou a que as pessoas passassem a olhar para a blogolândia de uma forma diferente. a mim também causa urticária a mania de tornar complicar o que me parece tão simples. e posso dar alguns exemplos, para tornar tudo muito mais claro: passam pelas leis abruptas, pelas “reflexões semióticas” do miniscente, pela proliferação de posts pesadíssimos sobre isto que para mim não é mais que um belo brinquedo adulto. toda a gente está no seu direito, como é óbvio. assim como outros estão no direito de julgar que tanta cagança à volta dos blogs era desnecessária.

 
At 3:38 da tarde, Blogger jpt said...

macambuzi = pastor

nota rodapé: atenção, os brinquedos têm imensas regras de segurança, especialmente os CE que não são Chinese Export

 
At 4:12 da tarde, Anonymous hmbf said...

jpt, tem toda a razão. os brinquedos têm normas de segurança. por isso mesmo é que eu pus aí essa word verification não sei das quantas, por isso mesmo é que a gente tem uma palavra passe, etc. o resto passa pelo bom senso e, já agora, pêlo de cada um. mas já agora lembremo-nos também que brincar, o acto de brincar, não tem normas de segurança.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home