25.6.06

QUADRAS

Alma de humilde tem asas,
De ambicioso, rasteja.
O incenso morre nas brasas
E perfuma toda a igreja…

Pedaços de espelho são
Espelhos do mesmo modo…
Reparte o meu coração
E em cada parte irás todo!

Porque fui dançar na boda,
Em que foi que te ofendi?
Andei sempre à roda, à roda,
- Mas sempre à roda de ti…

Não anda sem companheira
O amor, a eterna criança…
Quando não é a Cegueira,
É sempre a Desconfiança.

Augusto Gil
Augusto Gil nasceu no Porto em 1873. Formou-se em Direito, na Universidade de Coimbra, em 1898. Pertenceu à Academia das Ciências de Lisboa, cidade onde exerceu advocacia. Em 1894, ainda antes do curso concluído, publicou Musa Cérula. Alcançou alguma popularidade com Luar de Janeiro, de 1909, e O Canto da Cigarra (sátiras às mulheres), de 1910. Faleceu em 1929.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home