28.11.06

Pensar positivo

Há dias, ameaçado pelas unhas de uma depressão mais chata que o costume, recebi um e-mail amigo com uma série de indicações para a felicidade. Numa delas, o meu amigo sugeria-me que fosse inventariando notícias e factos positivos. Julgo tratar-se de método terapêutico antiquado, mas o certo é que não posso queixar-me de não estar a dar resultado. Nunca tendo conhecido o rosto da felicidade, ando agora muito mais alegre. Por exemplo, um dos últimos factos positivos que guardei nos últimos dias foi o cheesecake da Maria João. Pensar no cheesecake da Maria João, procurar lembrar o sabor do cheesecake da Maria João, é um exercício de memória que me deixa optimista e esperançoso. Se algum dia for obrigado a discursar publicamente, o meu discurso terá de começar assim: «Só desejo que todas as crianças do mundo possam um dia provar o cheesecake da Maria João».

7 Comments:

At 8:08 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Para ficar assim na memória só pode ser óptimo

 
At 12:15 da manhã, Anonymous 3,14-TOrr0 said...

Pensar em sexo,mais própriamente no final dessa acção, também pode dar resultados bons!
A não ser que a infelicidade derive da falta ou má qualidade do sexo, nesse caso.....UI!

 
At 1:26 da manhã, Anonymous Luis said...

Atenção que para as crianças o cheesecake da Maria João deverá ser antecedido apenas do cheesecake da Maria João.

 
At 9:14 da manhã, Blogger Silvia Chueire said...

: )

Ando sem tempo de estar na net.E vir assim, ler os posts acumulados é muito bom.E a música? Ah...é das que gosto muito!

 
At 12:54 da tarde, Anonymous Ana said...

Eu não sou criança, mas confesso que fiquei com água na boca com a descrição que me foi feita. Fico a aguardar a oportunidade.

 
At 2:22 da tarde, Anonymous hmbf said...

Marta: Podes cer que é.

Luís: :) Pois claro. :)

Silvia: Volte sempre.

Ana: Vai rezando.

 
At 12:41 da manhã, Blogger etanol said...

Henrique, o meu cheesecake fez-te sentir criança novamente, muito lindo.
Maria João

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home