3.1.07

Fragmento # 44 – Déjeuner sur le sable

Desossa-se um homem mantendo a forma e recheia-se em seguida com arroz doce profanado; bate-se uma rapariga fria em castelo para depois a fritar e deixa-se arrefecer antes de colocar no frigorífico: obtém-se assim um casal pouco convencional servido sur le sable. O namorado despe-se e toma um banho gelado – o homem vai nu como uma alface na brasa em plena Praia da Adraga. A namorada fotografa-o intensamente e ele beija-a tapando a sua rapariga com uma toalha vermelha depois de demolhada em água do mar, bem fria, no sol invernal sem discrição. O Carlinhos (7 anos) comenta: se calhar não são pombinhos, são papagaios. Na realidade, os papagaios na Alemanha invadiram a cidade de Colónia e vivem agora nas árvores, depois de se evadirem do Jardim Zoológico; eles têm sido vistos perto da Clínica da Universidade, devido ao ar condicionado do edifício lhes proporcionar um bom habitat. A família desloca-se numa carrinha Mercedes alemã para um déjeuner sur le sable. O Carlinhos queixa-se de que o carro cheira a fígado de cabra. A mãe recomenda-lhe que não comente essas coisas com a professora na escola. Os pais inventam nomes de pratos requintados: barrigas de verdadeiras freiras, orelhas-de-abade com pelos (os pelos são fios de ovos), tomates frescos estufados para acompanhar as tíbias do Sr. Mendes. Na Praia da Adraga estendem os cobertores na areia para desfrutar da omelete de camponesa alemã. Quem são estes casais que surgem misteriosamente do meio das rochas? O Carlinhos queixa-se de que o homem nu está a olhar para eles e a namorada continua a fotografá-lo. Os pais em alegre cavaqueira:
- Esta é a praia dos namorados que se conhecem na véspera do ano novo e no dia seguinte vêm aqui dar uma volta.
- Nós já cá viemos dar uma volta assim há uns anos atrás.
- Sim, mas já nos conhecíamos pelo menos há cinco meses porque eu estava grávida.
Os pais na Praia da Adraga comeram uma deliciosa sopa de peixe há oito anos no dia 1 de Janeiro.

Maria João

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home