7.2.07

Bloco de apontamentos #52

MJLF, Poema-cansaço, 1997.


Estive a trabalhar durante uma semana, foi uma substituição, ganhei algum dinheiro (é sempre pouco), senti-me útil, feliz, quase normal……!?!?!?! Agora estou de volta ao meu quotidiano de border-liner, raios que os parta, lá arranjo uns biscates para pôr as contas em dia, mas nunca estão; já lá vai o tempo em que tinha alguma coisa em dia, acho que estou mesmo a ficar fora de prazo.

Maria João


5 Comments:

At 2:31 da manhã, Blogger Vítor Leal Barros said...

não creio

 
At 9:32 da manhã, Anonymous Anónimo said...

gostei do poema-ia, este é um poema-não-foi. Não ter as coisas em dia não será antes viver antes de tempo, mais do que fora de prazo?
beijos
Luís Ene

 
At 11:33 da manhã, Blogger etanol said...

Isto de estar fora de prazo é porque estou sem emprego fixo, quando abro o jornal pedem pessoas até aos 35 anos e etc..., bom, mas entretanto vou cantar numa opera em Maio, e pagam-me, estou mesmo muito feliz por isso - uma contralto nunca está fora de prazo!
Maria João

 
At 3:00 da tarde, Blogger Luciana Melo said...

o que é isso Maria João? Roubaste-me o apontamento?
;o)

 
At 8:57 da tarde, Blogger etanol said...

Lu, temos de nos aguentar na bronca!
Maria João

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home