2.7.07

NÁUSEA


era uma colina sem centauros
(nem desejos)
uma colina sem delírios nem sextantes
onde o maduro tempo
(e a regular sangria)
era roupa lavada

era um martírio a jusante
sem golpes nem porfias
onde a regimental usura
punha excessivo rigor
sobre a vida mal passada

era uma culpa assestada
no olho aberto do ovo
que ardia chama incessante
sem áureo corte
(rasante)
quando a vontade era nada

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Antonio Fernando de Franceschi nasceu em São Paulo no ano de 1942. Formado em Filosofia, publicou o seu primeiro volume de poemas, Tarde Revelada, em 1985. Com esse livro recebeu o Prémio Revelação Jabuti, tendo a sua obra posterior sido várias vezes premiada. Foi director de redacção da revista Isto É e ocupou vários cargos como conselheiro editorial.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home