10.7.07

OS PROFESSORES DA INÊS


(recebido no e-mail)

5 Comments:

At 12:22 da tarde, Anonymous Anónimo said...

a Inês foi a única com coragem de dizer que essa cambada que aufere milhares de contos ao fim do mês, que tem todas as regalias e mais algumas, que não faz nada, é que são os culpados.
O insucesso escolar é uma campanha diabólica dos professores para manterem o tacho. Se os alunos de agora não aprenderem nada, não irão tirar o lugar a quem lá está e os que lá estão vão perpetuar-se.
A Inês Pedrosa faz-me falta.

 
At 12:33 da tarde, Anonymous Anónimo Pedrosa said...

Quem terão sido os professores da Inês Pedrosa? E os do anónimo?

 
At 12:44 da tarde, Anonymous Anónimo said...

e os seus, Anónimo Pedrosa, que nem lhe ensinaram o que é uma ironia?

 
At 4:21 da tarde, Anonymous anónimo com pedras nos rins said...

O que é uma ironia, anónimo? Será menos que duas ironias e mais que ironia nenhuma? E porque tenho eu de entender ironia no seu comment e não tem V. no meu? E se eu, por suposição, não tiver entendido a ironia do seu comment, isso é problema meu ou seu? Será a sua ironia mais especial que a minha hermenêutica?

 
At 9:26 da tarde, Blogger legivel said...

... estou perfeitamente de acordo. Com quê?! ora, ora, com as opiniões dos quatro, que no fundo são representativas do espectro democrático português. Repare-se que cada uma das respostas refere um (ou mais) "culpado(s)": "os alunos-burros" de Inês Pedrosa, "o sistema educativo/ministra" de Luisa Castel-Branco e "os pais" de Dias da Silva*. Habilidosamente, Machado Vaz opta pelo "nem si nem ni", posição que prefigura algum cansaço, que isto do sexo todos os dias, não mata mas mói. O reverso da medalha é óbvio: Pedrosa dá razão à ministra, Castel-Branco gostaria ?! de experimentar outros temperos pedagógicos-ministeriais e Dias da Silva paternalmente* toma conta dos putos*. Recomposto, Machado Vaz volta impetuoso à vida sexual.

*Que fique bem claro que os pais ou os filhos (que eventualmente tenha) de Dias da Silva não são para aqui chamados.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home