8.2.08

INÉDITOS DE JORGE AGUIAR OLIVEIRA #9

CHOCOLATE SAUDADE



Mata as horas à janela
por detrás das cortinas
aconchegada ao xaile
de lágrimas pretas.
Pouco mundo passa
na rua e a memória
vai secando aos poucos.

Já foi moça, amou, casou,
sonhou um brilho
que nunca viu nascer
por detrás das cortinas
da vida. A reforma

que lhe dão não chega
para comprar uma extravagante
tablete de chocolate.
Como gosta de chocolate
e recordar os beijos
e os ovos de chocolate
que o seu amado lhe trazia
antes de se recolher
para despir o corpo.

Mata as horas à janela
a ver os pombos picando
no passeio. Um tudo
de nojo e os pombinhos
de mão dada passeando
na ilusão dos beijos serem
o oiro da felicidade.

E uma lágrima morre
entre os fios da cortina.

É Páscoa
à janela já não apareceu.

Jorge Aguiar Oliveira

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home