6.2.08

Micros da borderline #2

Cultura Lunar

A gata Lua tem imensa cultura artística: ouve em silêncio música que a maior parte dos humanos não aguenta – os cães fazem imenso barulho e as pessoas também. Antigamente, ela atacava e mordia textos filosóficos – são bons para limpar o organismo; agora, se me distraio, vai directa ao que escrevo. A Lua também gosta de pintura sobre madeira – é boa para afiar as unhas; ultimamente, dorme sobre uma escultura que estou a modelar – trata-se de um diálogo com Camões. Ontem encontrei-a lá refastelada, a ouvir o Richter e o Rotropovic a interpretarem as sonatas para piano e violoncelo de Beethoven.

In Contos de Algibeira (organização de Laís Chaffe), Ed. Casa Verde, Porto Alegre, Brasil 2007.
Maria João

2 Comments:

At 11:04 da manhã, Blogger alice said...

dieta contemporânea: textos filosóficos. uma metáfora genial. deve ser bom ter uma lua assim :)

 
At 1:46 da tarde, Blogger etanol said...

A Lua é impecável, mas ela atacava as fotocópias que tinha de ler no mestrado - no caso dela era bom para vomitar bolas de pelo, no meu caso, dáva-me stress e abria o apetite, por isso, textos filosoficos não são bons para emagrecer.
:)
Maria João

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home