7.2.08

Micros da borderline #3

A minha mãe bateu-me à porta de casa antes da hora do almoço e encontrou-me ainda em pijama, muito atarantada depois de uma noite de volta de umas ilustrações que tinha de entregar; ela vinha muito bem disposta com um casaco para me entregar, já nem me lembrava que lho tinha deixado para apertar e eu aproveitei para tirar dúvidas sobre uma das ilustrações: tinha de representar uma savana africana, com girafas, zebras e outros animais. Na véspera alertaram-me que as árvores pareciam chaparros e tudo estava com as cores da planície alentejana – as girafas até não ficavam lá mal, havia uma a comer uma ramada de um sobreiro. A minha mãe fartou-se de rir e achou que as árvores na nova imagem eram bem mais africanas. A gata Lua estava em cima da mesa a assistir a tudo, com o seu porte elegante, as patinhas muito juntas e a minha mãe ao pegar na ilustração, reparou que ela colocou uma patinha em cima e disse-lhe:
- E tu bichana, também gostas? A patinha, pois é…

Maria João

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home