6.2.08

INÉDITOS DE JORGE AGUIAR OLIVEIRA #8

EM LISBOA, TUDO NA MAIOR



Desde os tempos do brincar
às casinhas e recortar bonecas
de papel que penteava
o sonho cor-de-rosa de ser
o que veio a ser: cabeleireira.

Amantizou-se com um madeireiro
putanheiro cheio de carcanhol.
Este, montando nela, montou-lhe
uma catrefada de pimpolhos e
o Salão Chic Maria Alice.
Cortou as raízes da família,
fez uma permanente à coragem
e partiu para a cidade do seu
novo nível social: a capital.

Continuando a sonhar
mindinho, lá vai imitando
os cortes das perucas
das enciclopédicas telenovelas.
Deu com os pés no brutamontes
do Vitó e juntou-se a um pintas
de Arroios com quem vai
de braço dado votar sempre
que o país chama por si,
sem antes aperaltar-se com
um micro desejo especial
de rolos de plástico
cor de laranja ou rosa.

O futuro do que resta
deste chão depende
do seu poder... de terror.

Pequenina mas poderosa
e de faces rechonchudas,
continua a dizer
estar tudo na maior.

Jorge Aguiar Oliveira

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home