23.5.08

3 ANOS

*

Nunca o que li me foi indiferente ou me causou tédio, tenho discordado mais do que concordado mas nunca tenho sido adormecido com o que aqui leio. Li um comentário sobre o livro do Mira George que me convenceu a ficar por aqui sempre, não dei pelo tempo passar! Gostaria de ver mais poesia tua, e gostaria que não te repetisses tanto. É um blog que informa, que faz humor, que provoca, que divulga autores e, muitas vezes, foi pedagógico para mim. Acabei the chegar. Sou leitor diário (desde o primeiro dia, penso) e vou continuar. A poesia deve ser sempre um tópico na ordem do dia. O insónia deve ser lido com os sentidos bem despertos - é um local de vigília, a insónia é a cura para qualquer doença do espírito, aqui cheguei de lupa. descobri micróbios rastejando entre poesia, labirintos, perspicácias... desenrola-se agora uma nova microbiologia! Para além de um grande esforço de abrangência temática e de actualidade, o que mais relevo neste blogue é a tentetiva de independência e não sectarismo ideológico ou estético, por aqui passo sempre, para iluminar a alma, que se dê o nome deste blog a uma rua em cada uma das capitais de distrito e regiões autónomas do país, de preferência ruas onde não more ninguém, :), gosto desta insónia desde que era um universo desfeito, três anos a contar carneirinhos, *Tout le Monde en Parle, que esta seja uma insónia crónica, de muito longa duração, posso garantir que o insónia foi dos blogues que mais visitei, ainda que esteja bastante cansado, quando regresso de viagem, posteriormente ao mail, o insónia é dos primeiros sites que abro, é excelente a ideia de partilhar uma garrafa de vinho... por todas as vezes em que nos detivemos nas vossas palavras. Foi lá que descobri um caminho para a micro-ficção, agrada-me a sua lucidez, a sua diferença (sou alérgico a papéis químicos) e, algumas vezes, a sua coragem, embora não me tire o sono é uma lufada de ar poético neste "mundo", sem paneleirices métricas ou outras, um guia obrigatório da minha actualização do "mundo", eu gosto, stay strong mano, é certamente um blog de grande importância, parabéns à casa, que dizer? é um dos melhores locais para "navegar" e aprender. Que continuem com o OlhO sempre desperto, do peito aberto às balas: Longa vida. Às vezes venho para colher discordâncias, outras para dar o meu prescindível sim, é o meu google de poesia, quando quero surpreender-me passo por aqui, é um dos meus livros de cabeceira, parabéns. A minha primeira insónia é logo ao começar (todos os dias) a manhã. Aqui gosto dos textos sobre escritores, gosto dos textos com sentido de humor, gosto de textos descritivos, gosto de textos que nos fazem pensar! Aprecio a poesia, a independência dos comentários políticos e a lucidez, o sonho do sono sem nada na margem do bocejo. À revelia das corporações, e longe das capelinhas de Lisboa e do Porto, o Henrique Fialho conseguiu impor o seu blogue como morada de referência, falando quase sempre de livros, em regra bem — bem no sentido de ter critério e ser bem escrito —, e muito pouco de politiquice, ou seja, fazendo o contrário do que garante audiências. Mas confesso que me chateia algo, até bastante, esta tanta insónia que permite tanto ler e tanto escrever - faz-me resmungar contra o meu constante sono. Eis os factos: chove para além de uma janela que me defronta, é (sem dúvida!) o sentido crítico o que me faz cá vir (quase) todos os dias. Insónia: antologia do esquecimento do(s) universo(s) (des)feito(s). Há palavras que estão a aparecer recorrentemente: poesia, obessão, sem filtro, pessoal, quixotesco e avalanche, boa poesia e boa crítica literária, três anos a escrever, à margem do circuito habitual da literatura e da crítica literária. Um blogue completo com bons textos, muita poesia, prosa, crítica, intervenção, música e devo-me estar a esquecer de alguma coisa. O Insónia foi dos primeiros blogues que conheci, ainda era um Universo Desfeito, estava fora de Portugal e procurava poesia, encontrei muito mais, um dos blogues que leio com mais prazer. Parabéns a este bolg, que ajudou a dar à luz o Afrodite, rebelde, descomprometido, com talento, sem mesuras de confraria literária... honesto e íntegro, acima de tudo, muitos parabéns. Gosto daquela escrita prolixa, ao ritmo das demais coisas da vida.

54 Comments:

At 12:30 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Sou leitora "assídua" deste blog e já aqui entrei em polémicas, concordei ou nem por isso, calei-me ou não, mas nunca o que li me foi indiferente ou me causou tédio. Muito obrigado aos autores pelos bons momentos que me proporcionaram.
Aurora

 
At 12:50 da manhã, Blogger Fernando Vasconcelos said...

O insónia não cura insónias. Leitor recente tenho discordado mais do que concordado mas nunca por nunca tenho sido adormecido com o que aqui leio. Parabéns e que continue sem fazer concorrência aos soporíferos da vida.

 
At 1:14 da manhã, Blogger Rubens da Cunha said...

vim aqui por acaso, li um comentario sobre o livro do Mira George que me convenceu a ficar por aqui sempre.
abraços e parabéns

 
At 12:59 da tarde, Blogger etanol said...

3 anos? Não dei pelo tempo passar!Adoro colaborar no Insónia, 3 anos de partilha :)
Maria João

 
At 3:37 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Como insone que sou ,agrada-me bastante o teu weblog!Gostaria de ver mais poesia tua, e gostaria que não te repetisses tanto.abraço
jecr

 
At 5:11 da tarde, Blogger Graça Pires said...

Eu venho aqui frequentemente. E gosto. É um blog que informa, que faz humor, que provoca, que divulga autores e, muitas vezes, foi pedagógico para mim. Obrigada Henrique e parabéns pelos 3 anos.
Um abraço.

 
At 5:25 da tarde, Anonymous tomé said...

acabei the chegar.

 
At 6:15 da tarde, Blogger Torquato da Luz said...

Sou leitor diário (desde o primeiro dia, penso) e vou continuar.
Um abraço de parabéns, caro Henrique!

 
At 9:09 da tarde, Anonymous Anónimo said...

A poesia deve ser sempre um tópico na ordem do dia. Desta forma o insónia estará sempre bem.

 
At 9:48 da tarde, Blogger MC said...

O insónia deve ser lido com os sentidos bem despertos - é um local de vigília.

Já tenho pensado que as Caldas são pequenas para ti. Mas para mim, é um grato prazer ter-te como conterrâneo.

Felicidades para todos os teus projectos. E parabéns pelo insónia.

 
At 9:50 da tarde, Blogger MC said...

depois do meu comentário dou-me conta que referi apenas o henrique. Peço desculpa à Maria João e ao Rui. Parabéns aos três

 
At 10:00 da tarde, Blogger ka said...

aqui cheguei de lupa. descobri micróbios rastejando entre poesia, labirintos, perspicácias... desenrola-se agora uma nova microbiologia!
espevitar, é preciso!
parabéns e obrigada!

 
At 10:29 da tarde, Blogger L. said...

a insónia é a cura para qualquer doença do espírito, porque como dizia o almada, uma vida só... parece-me muito poucochinho!!!

 
At 2:36 da manhã, Blogger Vida Involuntária said...

"Insónia" é um título apelativo, para os que "prolongam" a noite. Há logo, "ab initio", alguma solidariedade para quem cultiva ou sofre do estado de vigília.

Este blogue é complexo de definir, devido às diferentes autorias e aos diversos temas que aborda, desde divulgação a leitura-crítica, comentário político, social, polémica vária,textos inéditos, obra gráfica, reprodução de música (quase sempre na área da pop-rock e seus afluentes), etc.

Para além de um grande esforço de abrangência temática e de actualidade, o que mais relevo neste blogue é a tentetiva de independência e não sectarismo ideológico ou estético.
Pode não se concordar, ou até não gostar de alguma "balística", ocasional, mas é certo que o "Insónia" é um Magazine muito interessante e audaz, como convém ao artesanato local; que diz muito menos sendeirices do que o tal da "Espécie de Magazine", que tanto dinheirinho embolsou.

Proponho pois a instituição de um "Prémio Insónia" ou de um "Clube Insónia", (mas com quotas) ou Mecenato.
Para fazer o quê?
Logo se vê.

 
At 4:04 da manhã, Anonymous Bill said...

Um jardim de palavras regado com belíssimas palavras, livros, poesias, idéias e um humor sem igual, eu mesmo que sem comentar, por aqui passo sempre, para iluminar a alma. parabéns, que se tornem 4,5,6,7,8,9,10... anos de blog sempre com essa qualidade já conhecida.
abraço.

[s]s

 
At 10:30 da manhã, Blogger rui said...

às propostas da Inês Lourenço, acrescento q se dê o nome deste blog a uma rua em cada uma das capitais de distrito e regiões autónomas do país, de preferência ruas onde não more ninguém, como fizeram com José Gomes Ferreira em Lisboa.
Tirando isso: um Abraço, pá!

 
At 11:21 da manhã, Blogger cadima said...

:)

 
At 11:46 da manhã, Blogger Nelson said...

durmo que nem um passarinho, mas gosto desta insónia desde que era um universo desfeito.

 
At 2:08 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Insónia: três anos a contar carneirinhos:-)

Um grande abraço em quarto crescente!

Mário Lisboa Duarte

 
At 5:30 da tarde, Blogger angela said...

Muitos parabéns e que esta seja uma insónia crónica, de muito longa duração. :)
Assina
uma leitora diariamente viciada

 
At 5:50 da tarde, Blogger loucomotiva said...

Neste 3 anos passados posso garantir que o insónia foi dos blogues que mais visitei. Um excelente trabalho. Parabéns ao Henrique, porque os blogues são resultado das pessoas que os preenchem.

Abraço,
Jorge Garcia Pereira

 
At 8:20 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Ainda que esteja bastante cansado, quando regresso de viagem, posteriormente ao mail, o insónia é dos primeiros sites que abro e ali fico lendo aquilo que fui deixando em atraso... mas confeso que julguei que faltassem quatro dias para o fim do mundo e já ia cheio de pressa abrir uma garrafa de vinho e chamar os amigos...

Artur Aleixo

 
At 9:14 da tarde, Anonymous sissi said...

Mesmo sem ser o fim do mundo é excelente a ideia de partilhar uma garrafa de vinho...
Por todas as vezes em que nos detivemos nas vossas palavras.

 
At 10:55 da tarde, Blogger A. M. said...

O que mais me agrada no Insónia são os posts sobre política e sociedade. Agrada-me a sua lucidez, a sua diferença (sou alérgico a papéis químicos) e, algumas vezes, a sua coragem. Claro que o blogue é mais abrangente do que isso: a minha atenção recai também sobre os livros que agora passaram para um blogue autónomo (que o meu descuido ainda não linkou no meu próprio blogue). E da pintura estou a lembrar-me de ver um gato branco enroscado e chamarem-lhe "lua" e de ter gostado. Para mim, visita diária.

 
At 11:56 da tarde, Blogger Luis Eme said...

o insónia, embora não me tire o sono é uma lufada de ar poético neste "mundo", sem paneleirices métricas ou outras...

abraços para todos

 
At 1:04 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O Insónia, que aprendi a visitar todos os dias, é já um guia obrigatório da minha actualização do "mundo", e, efectivamente, um dos melhores da nossa blogolândia. Um abraço ao Henrique Fialho, do Rui Cóias

 
At 12:07 da manhã, Blogger sem-se-ver said...

eu gosto. muito.

 
At 1:07 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Insónia de sexta-feira, vale tudo até cadáver, post sobre existência, no dia 23 de Julho completará 3 anónimos.
casa, casa, casa. são bem vindos.
Ficará num só , estilo, esquisito, a arrancar olhos. Comentários. Nada será anos apagado, nada desde que. golbew vos.

stay strong mano. mano germano.

 
At 2:01 da manhã, Anonymous Anónimo said...

é certamente um blog de grande importância no mundo literário contemporâneo.

 
At 3:00 da manhã, Blogger mcp said...

Parabéns à casa e ao patrão!

 
At 2:02 da tarde, Blogger manuel a. domingos said...

que dizer?

 
At 3:08 da tarde, Blogger Inês Ramos said...

Parabéns, não só pelo aniversário, mas por todo o trabalho desenvolvido neste blogue ao longo destes 3 anos. Em noites de insónia, é um dos melhores locais para "navegar" e aprender.

"Navegar é preciso; viver não é preciso".
Quero para mim o espírito [d]esta frase,
transformada a forma para a casar como eu sou:
Viver não é necessário; o que é necessário é criar.
Fernando Pessoa

 
At 8:37 da tarde, Blogger Digo Perigo said...

Que continuem com o OlhO sempre desperto... nós precisamos de vocês, do vosso talento, do vosso feed e feed-back. Muitos shots de energia para essas noites!!!

 
At 12:24 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Maria Jõao e Rui apareçam sempre...

jecr

 
At 12:51 da manhã, Anonymous woody&allen said...

A cena:

Uma porta abre-se.
A noite vem neblinosa. Alguns condenados passam - mortos - transportados para a vala comum; o trote de um corcel - ao longe - dobra a esquina do saloon. É o cowboy da blogosfera. A noite vem, acumulada de mistério e cabimento. Impossível agrilhoar o cowboy da blogosfera. É o estilo carne, o bang do desejo, a mira encantada no encalço das sombras. Henrique Fialho é o homem da harmónica, o atirador de passagem capaz de comoção; bom-vilão de bloc-notes à cintura, vive os minutos e recorda o tempo; galga a noite aguilhoado, é o homem.
A porta abriu-se para ficar ali, acordada.

Henrique,
do peito aberto às balas: Longa vida e obrigada(s).

 
At 1:10 da manhã, Blogger Victor Oliveira Mateus said...

com frequência pico o ponto. Silenciosamente. Às vezes venho para colher discordâncias, outras
para dar o meu prescindível sim.
Mas sempre - e sempre!- para bater palmas à persistência e, até mesmo,
à coragem. Que os 3 se multipliquem
por inúmeros 3!

 
At 10:29 da manhã, Anonymous Fernando Dinis said...

é o meu google de poesia.
e já tive o previlégio em colaborar na Insónia.

 
At 2:17 da tarde, Blogger sinédoque said...

quando quero surpreender-me passo por aqui e nunca saí defraudada. Poesia, ironia, opiniões bem fundamentadas...é só escolher. Para mim um motor de busca.

Parabéns

 
At 4:39 da tarde, Blogger ana salomé said...

é um dos meus livro de cabeceira. mas este, henrique, espero que nunca tenha fim. obrigada por escreveres tanto e tão bem. *

 
At 7:19 da tarde, Blogger apedroribeiro said...

parabéns.

 
At 11:13 da tarde, Anonymous Anónimo said...

A minha primeira insónia é logo ao começar (todos os dias) a manhã

André Sebastião

 
At 11:43 da tarde, Blogger ana salomé said...

'um dos meus LIVROS' :)

 
At 11:44 da tarde, Blogger redonda said...

Parabéns! Já não me lembro como é que cheguei aqui, sei que já depois de ter chegado, uma vez numa busca no Google sobre um escritor, vim cá parar :) Aqui gosto dos textos sobre escritores, gosto dos textos com sentido de humor, gosto de textos descritivos, gosto de textos que nos fazem pensar! Gosto de poder vir aqui, mesmo que às vezes só de quando em quando. Por isso, venham mais anos (muitos anos)!

 
At 1:16 da manhã, Blogger nanda said...

Sou visita diária, pela noite dentro. Aprecio a poesia, a independência dos comentários políticos e a lucidez.

 
At 2:11 da manhã, Anonymous Anónimo said...

o sonho do sono sem nada na margem do bocejo que vença a insónia
parabéns
RR raia roiz

 
At 12:09 da tarde, Blogger JPT said...

Já sou admirador desde o pré-insónia. Mas confesso que me chateia algo, até bastante, esta tanta insónia que permite tanto ler e tanto escrever - faz-me resmungar contra o meu constante sono.

 
At 2:26 da tarde, Blogger amok_she said...

Bolas!, por pouco dava com a porta fechada!grrr

Gosto, em especial, do sentido crítico. Depois, sempre vou lendo a poesia [já tive melhores dias;-)] e as referências literárias, mas é (sem dúvida!) o sentido crítico o que me faz cá vir (quase) todos os dias...

PARABÉNS...e força pra continuar!;-)

...ah!, e já o lia antes do Insónia!;-)))

:-*

 
At 2:41 da tarde, Blogger margarete said...

insónia: antologia do esquecimento do(s) universo(s) (des)feito(s)


(parabéns)

 
At 3:23 da tarde, Blogger LB said...

Não sei bem o que dizer (já é o 3º dia consecutivo que aqui venho deixar um comentário e tanto escrevo um bocadão como nada). Há palavras que estão a aparecer recorrentemente: poesia, obessão, sem filtro, pessoal, quixotesco e avalanche.

 
At 11:32 da tarde, Blogger Ente lectual said...

boa poesia e boa crítica literária

 
At 4:49 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Parabéns a este bolg, que ajudou a dar à luz o Afrodite.

obrigado

ricardo jorge

 
At 4:53 da tarde, Blogger AMC said...

Quando entrei neste mundo (há 2 anos e meio), este foi dos primeiros que me abriu as portas à curiosidade. E por aqui fui ficando, desfrutando das manifestações do seu carácter: rebelde, descomprometido, com talento, sem mesuras de confraria literária... honesto e íntegro, acima de tudo. Parabéns, meu caro Henrique.

 
At 7:15 da tarde, Blogger lebredoarrozal said...

muitos parabéns:)

 
At 11:14 da tarde, Blogger menina limão said...

Penitencio-me por ter chegado tarde e a más horas, mas venho, com maior ênfase ainda, pregar uns valentes parabéns à porta dessa insónia incurável. E que nunca tenha cura. *

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home