18.2.06

Escrever como quem mija

Muitos dos fazedores de opinião (adoro esta expressão) que disseminam os seus talentos opinativos pela imprensa escrita (revistas e jornais, diários e semanários) escrevem como quem mija. Primeiro, aflitos que estão, brindam-nos com um vasto jacto de opiniões líquidas. Depois, em alguns casos, talvez devido a cãibra no órgão, amainam a coisa com um cibo de palavras feitas sobre os mais variados assuntos light. É a chamada fase da compensação. Para o fim deixam as últimas pinguitas, assim como quem sacode da mangueira os restos. Dizem-me ser efeitos da blogolândia nas páginas de papel. Eu cá estou cada vez mais convencido tratar-se mesmo de próstata.

1 Comments:

At 5:40 da tarde, Blogger loucomotiva.com said...

ainda bem que não se mija assim tanto, para haver tempo de se escrever excertos como este. a casa-de-banho talvez seja a zona mais profana de uma casa, senão concluíria que este texto está divinal.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home