2.6.06

Orações de Ponette

7
Todos os dias uma dor.
Construo a máquina de atirar pássaros.

8
Ouço o cântico e não falo.
Bebo e suo.

9
Gravo o grito numa casa de fados
deixo o avião por cima das guitarras.

10
Aleijamo-nos os dois
eu um pouco mais
o baloiço arrasta-me.

1, 2, 3
4, 5, 6

Nuno Moura

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home