19.7.06

Uma conversa

Num campo de trigo,
O homem está vestido com uma túnica de renda ocre manchada de vermelho.
O cavalo está nu. Pende-lhe da cauda uma caixa de fósforos donde saem as antenas de uma rã.
O homem está sentado numa almofada com desenhos verdes.
O cavalo montado no homem.
O homem: - Desprezámos o diamante verde?
O cavalo: - Creio que pela lei devíamos fazê-lo. Estando a lei diminuída, o meu espírito pede a redução das velas.
O homem: - Lembra-te, esperto, que o homem não tem o direito de satisfazer os empregados e que mesmo o telefone se recusa a pagar os impostos.
O cavalo: - Compreender é diminuir.
O homem: - Não, visto que ainda não tentámos a nossa sorte. Poderíamos fazê-lo, dado que é mais fácil.
O cavalo: - Não, não, não acredito nessas coisas concretas que devem, apesar da dignidade que possuem, esgotar a lenga-lenga. Canse-os, diga-lhes parvoíces que tirem a coragem, verá como eles nos seguem.
O homem – Para quê? Já não tenho bastantes chatices com que me ocupar, quanto mais o rabo de um milionário.
O cavalo: - o amor que amei sempre me apreciou!
O homem: - Sim, eu também.
O cavalo: - Somos os dois do mesmo naipe.

Tradução de Isabel Hub Faria.

Gisèle Prassinos n. em 1920
Gisèle Prassinos nasceu em Istambul em 1920. De origem grega, a sua família emigrou para França tinha Gisèle apenas dois anos de idade. Os seus primeiros textos surgiram em 1934, na revista francesa, de orientação surrealista, Minotaure. O seu primeiro livro, La Sauterelle arthritique, foi publicado em 1935 com prefácio de Paul Eluard. Seguiram-se muitos outros, dos quais se destacam: La Vie la voix : poésie (1971) e Poésie partagée, été 1987 (1987).

1 Comments:

At 8:38 da tarde, Blogger miguel. said...

Boas, que boa descoberta, quando procuro alguma coisa acabo sempre por vir aqui parar... procurava coisas da Gisèle Prassinos e nada, apenas um romance editado pelos livros do brasil, e não é que numa busca mais intensa dou de caras com o clint...
pois bem... a questão é: onde é que foi desencantar este poema, procuro livros de poesia da autora, pode-me adiantar alguma informação?
se me poder fornecer essa informação aqui fica o meu email

h.miguelc@gmail.com

abraço

miguel.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home