14.9.06

Deitamo-nos cozidos nas pedras
enchemo-nos de lama, as mãos

em cordão como mulheres,
a terra a descobrir o laivo à carne

somos coveiros de amigos
prendemos cavilhas aos irmãos
para os encontrar no leito

abertos pelas minas
abocanhamos rostos nos carrascos
por uma boca num cigarro,

putas como a morte que nos faz.

Alexandre Nave
Alexandre Nave nasceu em Lisboa no ano de 1969. Estudou artes plásticas, área na qual frequentou cursos de pintura e desenho, escultura, vídeo, teatro e banda desenhada. Em 2004 foi distinguido com o Prémio Primeira Obra, atribuído pelo P.E.N. Clube Português ao livro Columbários & Sangradouros (2003). O mesmo livro, publicado pela Quasi, havia ganho o 1.º Prémio Internacional de Poesia “León Felipe”.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home