19.3.08

LABIRINTO #13

Gudula Thormaehlen Friedman, Das zeitlose Labyrinth, Klosterruine Disibodenberg Odernheim/Glan


Percorri este labirinto no verão passado. Situa-se junto às ruínas do mosteiro onde viveu grande parte da sua vida a compositora, poeta, cientista, artista, mística Hildegarde von Bingen.

Maria João

4 Comments:

At 2:26 da tarde, Blogger Silvia Chueire said...

Que coisa, a fotografia está tão boa! E melhor ainda imaginar-nos lá, com todas estas características todas que você apontou. O labirinto, a memória da poeta, compositora e cientista, as ruínas do mosteiro. Deve ter sido uma experiência e tanto...


Abraços,
Silvia

 
At 3:00 da tarde, Blogger etanol said...

Silvia: obrigada pelo seu comentário, precorrer este labirinto foi sobretudo um momento de grande concentração, uma experiencia dificil de descrever. Aconteceu um coisa engraçada, um conhecido alemão que me acompanhava recusou-se a entrar nele e foi sozinho para as ruinas, afirmando que os labirintos são coisas para mulheres :)
Maria João

 
At 6:25 da manhã, Blogger Silvia Chueire said...

Engraçado, talvez sejam...Preciso pensar nisto. : )


Um abraço,

Silvia

 
At 2:38 da manhã, Blogger ka said...

M.Joao,
"os labirintos são coisas para mulheres" ... desvendarem/resolverem? (criarem!)

É bom ter presente labirintos que podem fazer-nos perder por sítios de interesse e beleza. como este, e a série no Insónia.

(a senhora von Bingen disperta curiosidade.)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home