3.1.06

SAI, SAI DA MINHA VIDA

O cardeal patarata de Lisboa
foto respigada aqui
Calhou de passar em frente a uma televisão. Como um mal nunca vem só, falava cardeal. Como dois males nunca vêm só, o som estava alto e o cardeal ainda estava lá. Não gosto de cardeais. Portugal é um estado laico e não devem ser dados favores a nenhuma ordem religiosa, qualquer que seja. A liberdade (religiosa, sexual, etc.) não depende da estatística e por isso os argumentos da “representatividade” (“uma grande parte da população portuguesa é católica”; “ai, é a tradição”) não são válidos. O cardeal não tem legitimidade para me representar (quando muito teriam os políticos eleitos, o que já de si é altamente duvidoso) porque, mais uma vez, não é uma questão de números mas uma questão de liberdade (e o direito de desligar a televisão, ou de sair da sala, não basta; é a possibilidade de a situação – o favor – acontecer e se repetir que está em causa). A televisão, e todos os organismos e pessoas que directa ou indirectamente permitem um favorecimento deste tipo, estão a desrespeitar todos os portugueses que se consideram livres, sejam ou não católicos. Numa rádio longe dali passava uma canção de Natal.

Rui Costa

6 Comments:

At 1:56 da tarde, Blogger Dinamene said...

Clap! Clap!
«Sai da minha vida»! Belo título para um ex-candidato a p...hóstias!

 
At 4:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

muito, muito, muito bem. merece um bravô, mesmo assim, com acento e tudo.
saudações castas d´a gerência

 
At 4:58 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Ainda és excomungado, cruzes, canhoto, meu ganda herege!

 
At 7:31 da tarde, Blogger O Povo É Bom Tipo said...

ao ler este texto lembrei-me de uma fotografia extraordinária do cardeal "patarata" de lisboa...

vejam aqui: http://opovoebomtipo.blogspot.com/2006/01/presente-para-o-insnia.html

 
At 7:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

obrigado
povo
és mesmo
bom tipo

 
At 8:09 da tarde, Anonymous Anónimo said...

obrigado pela foto e comentários e que a excomunhão caia sobre nós.Rui Costa

 

Enviar um comentário

<< Home