7.6.06

O dom dos blogues

Andei a espreitar as caixas de comentários do weblog de Nuno Júdice. Numa delas, alguém que assina cerejinha diz: «Nuno Júdice himself? / Que honra e que prazer! / :-)» Achei piada. Os weblogs têm de facto este dom de nos fazerem pensar que são a carne e os ossos de quem, do lado de lá do monitor, debita palavras, imagens, sons. Não duvido que haja quem leia weblogs como se estivesse a ler pessoas. O weblog é o himself do autor. Só por isso pode ser uma honra ler um weblog, tal qual seria conhecer alguém que admiramos. O culminar disto poderia ser casarmos com um weblog, termos uma vida conjugal virtual. Chegarmos a casa, abraçarmos o monitor e dizermos meu amor. Assim como quem abraça alguém. De carne e osso.

3 Comments:

At 9:15 da manhã, Blogger jpt said...

condicional? mas não há imensa gente casada com blogs? a exigir, aliás, nova legislação matrimonial [direito ao info-matrimónio]?

 
At 10:41 da manhã, Blogger violeta13 said...

já esteve mais longe... infelizmente :(

 
At 2:59 da tarde, Anonymous hmbf said...

Para quem não tenha entendido, este post não pretende apontar o dedo a ninguém nem é sobre a cerejinha. É só um post que parte de um facto para pensar, a brincar, a relação dos leitores de weblogs com os weblogs. Não há aqui nenhum ímpeto censório ou coisa que o valha. Era o que mais me faltava! (este comentário não é uma resposta aos comentários precedentes) Ufa!

Desabafo: há pessoas que complicam tanto que o melhor é mesmo ficar calado.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home