21.11.06

Deixar de fumar

Comecei a fumar ainda muito miúdo, às escondidas, uns cigarros conhecidos pela inspirada designação de Mata-Ratos. No caso, só alguém de muito má fé poderia processar uma tabaqueira com um nome tão pouco persuasivo. Quando não conseguia sacar os Mata-Ratos a um amigo, que, por sua vez, os extorquia ao pai, fumava barba de milho enrolada, imaginem, em carrinhos de linha. A primeira vez que travei deu-me uma martelada cá na peitaça que julguei ter ficado para sempre com o tórax junto ao queixo. Os anos foram passando e as marcas sucedendo-se: Camel, Marlboro, Ventil, Português Suave. Acontece que sou asmático. O tabaco faz-me um mal danado e há muito que tento abandonar o vício. Nunca fui fumador de mais que um maço por dia, faço interrupções frequentes, pois tem semanas que o catarro é tanto que só de levantar o braço para levar um cigarro à boca já me falta o ar. Tenho andado numa dessas fases, o que significa que não fumo para aí há uma semana. A minha mais velha diz que o pai tem lixo na garganta, a outra não diz nada (fez ontem dois meses). Vem isto tudo a propósito de uma coisa que me passou hoje pela cabeça: desta é que vou mesmo deixar de fumar. E já sei como. Só não sei até quando.

10 Comments:

At 7:52 da tarde, Anonymous sara monteiro said...

Comprendo muito bem (suspiro). Eu deixei de fumar durante 4 anos. depois voltei. Deprimente, não é?

 
At 10:01 da tarde, Anonymous hmbf said...

Podes crer.

 
At 11:00 da tarde, Blogger Carocha said...

Coragem!

 
At 5:16 da manhã, Anonymous Roteia said...

Eu que sou um fumador tenebroso, desejo-lhe sucesso, Henrique. Como se fosse para mim.

 
At 7:30 da manhã, Anonymous joana said...

Para mim foi fácil: deixei de comprar tabaco e avisei os amigos que não me dessem, se eu pedisse. Custou, digamos, a 1ªe talvez 2ªsemana (mas não doía...); depois,aos poucos, deixou de custar.O Estado ficou a perder nos impostos e eu a ganhar na saúde...O difícil foi ter força de vontade para o fazer...ao fim de uns 35 anos de vício...

 
At 10:50 da manhã, Anonymous Roteia said...

De facto, é obra. Mas a Joana fumava quantos maços?

 
At 12:11 da tarde, Anonymous RG said...

Há 20 anos que fumava um maço por dia e deixei de fumar abruptamente. Depois de uma ressaca muito dificil, estive 2 anos sem fumar e voltei a fazê-lo sem me dar conta disso... Primeiro tambem achei deprimente, depois reparei que as recaídas nos meus amigos eram de 100%! Acho que o vicio do tabaco, é uma doença como o alcoolismo, na medida em que não podes voltar a tocar num cigarro ! Consciente disso, voltei a deixar de fumar, já lá vão 3 anos, e acho que desta é de vez... A todos os fumadores. Vale a pena !!!

 
At 1:48 da tarde, Anonymous diego said...

Eu fumo Camel, já reduzi, mas o parar é-me inacessível. Mas desejo-lhe boa sorte.

 
At 3:46 da tarde, Anonymous hmbf said...

Bem, obrigado a todos pelos simpáticos incentivos. :)

 
At 8:32 da tarde, Blogger Missing Link said...

É isso mesmo stor, eu também estou numa fase de catarro muito forte, já não fumo à uma semana, pois estou mesmo a deixar de fumar, vamos la ver, ate agora não senti falta. Abraços.
Ricardo Soares "Rock"

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home