10.1.07

AS MÁQUINAS DE FABRICAR CHUVA

Flor
Há pessoas que são muito ocupadas. São as pessoas cheias de falta de tempo. Às vezes aparece-me uma e marca logo, Eu tenho pouco tempo, ou Eu não tenho tempo nenhum. Eu pergunto logo, Isso pega-se,,, elas olham aflitas para mim. A tentação destas pessoas no momento seguinte é explicar. Contar por que é que não têm tempo. E começam, Eu esta manhã…, e então eu digo, Ei-ô,,,cuidadinho, não passe as suas doenças para mim. E começo a desandar da beira delas. E elas vêm atrás de mim. E dizem assim, Podemos combinar qualquer coisa, que fazes na quinta. Respondo eu, Nada. Nada? Nada. Niente. Zerão. É aqui que me ponho a andar como se começasse a chover. Eu detesto chuva.

Rui Costa

6 Comments:

At 2:35 da tarde, Anonymous sara monteiro said...

:))))))))))))))))))))))))))))))))
(adorei)

 
At 6:06 da tarde, Anonymous Anónimo said...

gosto de chuva, mas também me ponho a andar assim :)

 
At 6:24 da tarde, Blogger etanol said...

Também me pisgo da chuva e não gosto que me peguem doenças. Quanto ao tempo, é bom saber viver o tempo.
Maria João

 
At 2:35 da manhã, Blogger lebredoarrozal said...

:)))
eu também detesto chuva

 
At 10:59 da manhã, Anonymous Anónimo said...

E como serão as m´quinas de fabricar vento?

 
At 5:07 da tarde, Anonymous ruilage said...

Grande post, Rui :)
O EXPRESSO aplaude.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home