12.7.07

“MARÇO”, BD portuguesa do melhor



O livro de Miguel Rocha e Alex Gozblau saiu em 2000 pela Baleia Azul. Enredo mínimo de personagens fundidas com o cenário à descoberta de algumas coisas simples e por isso esquecidas: aroma de frutos num mercado ou o belo jantar que se ignorava o que fosse, servido pelo monge: “Minha filha, quando comemos não devemos nunca perguntar o que comemos…as palavras misturam-se com a comida e depois ainda acabamos a saborear preconceitos.”

Manchas de cor intensas de contornos por vezes difusos com excepção da contrastante história a preto e branco traço subindo aos telhados de Lisboa, e a anterior surpreendente declaração da rapariga, óculos azuis e cabelo porventura vermelho, “Oh sim!...Tenho imenso tempo…todo o tempo do mundo”, enquadrando bem os gestos de corpos em metabolismo essencial ao ritmo de passeio, psicológico, de ritual que não se sabe bem qual é.

Vou ali encontrar os livros mais recentes dos autores.

Rui Costa

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home