15.1.08

O QUE É GRAVE

Quando não se fala inglês,
ouvir falar de um bom romance policial inglês
que não foi traduzido para alemão.

Ver, quando faz calor, uma cerveja
que não se pode pagar.

Ter um novo pensamento
que não se pode embrulhar num verso de Hölderlin
como fazem os professores.

Em viagem, à noite, ouvir bater as ondas
e dizer para si que elas sempre o fazem.

Muito grave: ser convidado,
quando lá em casa há mais sossego,
o café é melhor
e não é preciso conversar.

O mais grave de tudo:
não morrer no Verão,
quando tudo é claro
e a terra é leve para a enxada.

Tradução de Vasco Graça Moura.

Gottfried Benn

Gottfried Benn nasceu a 2 de Maio de 1886, em Mansfeld, no Brandenburgo. Ensaísta, romancista e poeta, estudou teologia e formou-se em medicina. Começou a publicar em 1912, estreando-se com um pequeno volume de poemas intitulado Morgue und andere Gedichte. Serviu na Primeira Guerra Mundial, tendo sido um entusiasta do Nacional Socialismo. No entanto, rapidamente se desiludiu com os nazis. Viu as suas obras proibidas quer pelos nazis, quer, posteriormente, pelos aliados. Em 1951 ganhou o Prémio Georg Büchner. Faleceu em Berlim, a 7 de Julho de 1956.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home