20.3.08

AS MARGENS DO MURMÚRIO

O esquecimento amadurece no seio
das pupilas. Na forma aproximada de
poema, a voz funde-se precariamente
com a distância. Ainda as minuciosas
repetições dos traços, a cadência
do corpo, o instante opaco de silêncio.
Afasto-me de compreensões uníssonas,
do vago abandono das palavras
aberto no peito. Resto exacto da
crença, o ritmo ambíguo dos lábios
molda o regresso, em tragos
decifradores de curta duração.
Nalguns lugares repousa a raiz.


Carlos Alberto Braga
(detalhe de imagem respigada aqui)

Carlos Alberto Braga nasceu em 1959. Na sua bibliografia constam livros como As Margens do Murmúrio (1987), com prefácio de Egito Gonçalves, Deriva Litoral (1989) e As imperecíveis águas (1996), com prefácio de António Cândido Franco.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home